Jessier Quirino e Santanna encerram o São João da Gente

Por - em 53

A última noite do ‘São João de João Pessoa – O Melhor da Gente’, que acontece neste domingo (29), será marcada pela poesia de Jessier Quirino e o forró pé de serra de ‘Santanna – O Cantador’. Os shows começam a partir das 21h, no Palco da Praça Antenor Navarro.

No Largo de São Pedro, se apresentam grupos folclóricos e mestres dos saberes populares. A ‘Tenda do Cordel’ está instalada no mesmo local com a exposição de livretos de cordel e apresentações de cordelistas, repentistas e emboladores de coco. O evento, que movimenta o Centro Histórico da Capital desde o dia 21 deste mês, é promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

Na Praça – O poeta Jessier Quirino é a primeira atração da noite no palco da Praça Antenor Navarro, com uma apresentação muito divertida e inspirada nas entranhas dos povos nordestinos, com seus sotaques, costumes e linguagem próprios do sertanejo.

“Arquiteto por profissão, poeta por vocação, matuto por convicção”. É assim que o artista se define. Natural de Campina Grande e filho adotivo de Itabaiana, onde reside desde 1983, o poeta tem chamado a atenção do público e da crítica, principalmente pela presença de palco, por uma memória extraordinária e pelo varejo das histórias, que vão desde a poesia matuta, impregnada de humor, neologismos, sarcasmo, amor e ódio, até causos, cocos, cantorias músicas, piadas e textos de nordestinidade apurada. O artista apresenta-se acompanhado pelos músicos Vitor Quirino (violão clássico), André Correia (violino) e Matheus Quirino (percussão).

O segundo show da noite traz muito forró com ‘Santanna – O Cantador’, que retrata a beleza e a poesia do Nordeste, influenciado no ícone do gênero, Luiz Gonzaga o ‘Rei do Baião’. Por onde tem passado, o artista consegue animar multidões com músicas consagradas na voz dos apreciadores do forró autêntico, a exemplo de ‘Ana Maria’.

Histórico – O músico é natural da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, conhecida mundialmente pela religiosidade. Santanna nasceu numa família de artistas e teve na sua infância a influência do aboio do vaqueiro nordestino, do canto das lavadeiras, das rezadeiras e das cantadores, violeiros, emboladores e cancioneiros populares. No ano de 1984, conheceu Luiz Gonzaga, de quem se tornou amigo particular. Grande admirador do ‘Rei do Baião’, o artista participou de vários shows do seu Mestre, tanto abrindo apresentações como fazendo vocal.

No Largo – A partir das 18h, no Largo de São Pedro Gonçalves, acontecem as apresentações dos folguedos ‘Forrozando na Arraiá das Mulheres’, ‘Banda de pífano da Serra do Jabitacá’, comandada pelo Mestre José Ramos, ‘Mazurca de Monteiro’, com o Mestre Zé Pedro’, ‘Show de Realejo, Maracá e Cavaquinho’, com os Mestre Zé de Amélia e Bereta, e ‘Aurinha do Côco’. A ‘Tenda do Cordel’ recebe os cordelistas Francisco Diniz, Valentim Quaresma, Quirino, Sabiá da Jurema e Giba do Umari e os repentistas Jorge Nascimento e Erasmo Ferreira.

No Conventinho – O ‘Tablado das Quadrilhas Juninas’ recebe nesta noite as Quadrilhas Juninas visitantes e, na ocasião, serão entregues os troféus as campeãs do 12º ‘Festival de quadrilhas Juninas Arraial do Varadouro’.