PlanMob João Pessoa - Plano Diretor de Mobilidade Urbana

João Pessoa 432 anos: uma cidade com vocação para os esportes

Por Max Oliveira - em 518

João Pessoa chega aos 432 anos apresentando uma forma invejável. Uma quadricentenária que parece ter fôlego e espírito de atleta. Quem anda pela cidade sabe que essa não é uma relação apenas de aparência – o pessoense é apaixonado por esporte. E demonstra isso quando transforma calçadas da cidade em pistas, praias em campos e quadras. As praças públicas se tornam verdadeiras arenas esportivas, onde as pessoas convivem em plena harmonia com a cidade e em dia com o bem-estar.

 

Quando a cidade recebe os primeiros raios de sol, já tem gente correndo, pedalando, se exercitando, buscando qualidade de vida. É o que acontece, por exemplo, com as cerca de cinco mil pessoas atendidas pelo projeto João Pessoa Vida Saudável, mantido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

 

O projeto atualmente é realizado em 23 praças, que estão localizadas nos cinco Distritos Sanitários da cidade, além de seis Unidades de Saúde da Família (USF), Clube da Pessoa Idosa e no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil Cirandar (CAPSI). As atividades são abertas ao público onde participam pessoas de todas as faixas etárias.

 

As atividades desenvolvidas auxiliam na adoção de hábitos saudáveis, a redução do índice de sedentarismo e, com isso, a diminuição da incidência de doenças cardiovasculares e um melhor controle de doenças como hipertensão arterial, obesidade e diabetes. O objetivo é auxiliar e incentivar as pessoas a praticarem exercícios físicos, oferecendo momentos de lazer e integração social, como destaca Hellen Correa, que coordena o projeto Vida Saudável.

 

“A gente identifica a melhoria da qualidade de vida das pessoas através da prática regular das atividades físicas, diminuindo o sedentarismo, doenças como diabetes, cardiopatia. Portanto, é uma relação de mudança de vida, as pessoas buscam o bem-estar através dos exercícios e hábitos saudáveis, e a gente auxilia através desse projeto que alcança uma demanda muito grande de pessoas”, destacou Hellen Correa.

 

João Pessoa também aposta em futuros campeões, no esporte e em cidadania -, através do ‘Abraçando o Esporte’, projeto colocado em prática pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), que atende 500 crianças na faixa dos sete aos 16 anos de idade. Funciona em dois pólos – Centro Administrativo Municipal, em Água Fria – oferecendo aulas gratuitas de ginástica rítmica, ginástica artística, natação e judô -, e em Mangabeira, no Ginásio Hermes Taurino, com aulas de futsal, vôlei, handebol e judô.

 

“O projeto começou com cinquenta crianças. Hoje, já são cerca de 500, que, através do esporte, melhoram a saúde, a concentração e os estudos. O foco é na formação do cidadão, embora o lado esportivo também seja muito importante e o projeto inclusive já vem se destacando em muitas competições”, destacou Ulisses Muniz, coordenador do ‘Abraçando Esporte’.

 

E se depender da aposentada Zilene Tavares, mãe de Rayssa Luana, 13 anos, e Rhaylane Liliane, 9 anos, muito em breve João Pessoa irá ganhar novos ídolos no esporte, mais precisamente na ginástica rítmica. “Eu estou muito feliz com o andamento delas aqui no projeto, porque só tem proporcionado coisas boas pra elas. São muito dedicadas nos treinamentos e a professora já me disse que elas têm muito talento. Acredito que as minhas filhas serão grandes campeãs”, se anima.

 

A relação da cidade com o esporte no contexto urbano ganha níveis elevadíssimos de adrenalina quando praticado sobre rodas de skates, patins e bicicletas. João Pessoa possui inúmeras praças, equipamentos e espaços públicos que servem de palco para os esportes radicais, o principal deles é o Parque da Lagoa, que reúne todos os adeptos em harmonia. O coordenador de Esportes Radicais da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer), Jason Alexander, diz que a PMJP faz sua parte, cuidando dos equipamentos, promovendo eventos e projetos de fomento ao esporte.

 

“Temos a preocupação de apoiar os eventos, fazer parcerias com as associações esportivas, acolher as mais diversas modalidades de esporte de João Pessoa. Um bom exemplo é o Parkour, que a gente abriu um espaço no Centro de Referência de Mangabeira, para eles desenvolverem esse esporte. Além, claro, dos projetos sociais, onde a PMJP aposta nas futuras gerações de atletas e no caráter cidadão”, disse.

 

Um desses projetos é o Skate na Base, que atende crianças dos bairros do Rangel e Mangabeira com aulas de skate gratuitas. É colocado em prática com o objetivo de promover a inclusão social de jovens e adolescentes. “O esporte tem suas regras e isso ajuda as crianças na integração social, na questão da amizade, do respeito, e isso os instrutores conversam com as famílias para saber do comportamento. Essa é a grande sacada, ou seja, formar o atleta e ao mesmo tempo o cidadão”, concluiu Jason Alexander.