João Pessoa adere ao ‘Outubro Rosa’ contra o câncer de mama

Por - em 65

Assim como o Arco do Triunfo, em Paris, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa, aderiu à campanha “Outubro Rosa”, movimento que simboliza a luta contra o câncer de mama. A iniciativa mundial tem o objetivo de chamar a atenção das mulheres para a importância de exames preventivos contra a doença.

O câncer de mama é o tipo mais comum da doença entre as mulheres. Só este ano já matou 122 paraibanas, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do DataSus.

O “Outubro Rosa” foi criado em 1997, nos Estados Unidos. No Brasil, a primeira iniciativa aconteceu em 2002, quando o Obelisco do Ipiranga (em São Paulo) foi iluminado de rosa. Assim vários monumentos já receberam a iluminação rosa, como a Ópera de Arame (PR) e o Memorial JK (DF).

Esta é a primeira vez que a Paraíba participa da campanha, aberta na noite de terça-feira (4), e além da Estação Cabo Branco também serão iluminados o Busto de Tamandaré, em Tambaú, e a Lagoa do Parque Solon de Lucena. Até o final deste mês, haverá palestras informativas sobre a doença em shoppings, presídios, hospitais e feiras livres. Será um mês de atividades com encerramento no próximo dia 30, com uma caminhada do Busto de Tamandaré até o Jangada Clube, no bairro do Cabo Branco.

“Nós nos sentimos muito honrados em aderir a uma campanha tão importante e com uma causa tão nobre. Desejamos que a Estação Cabo Branco iluminada na cor rosa possa servir de alerta para as mulheres sobre a importância do autoexame e da mamografia, já que se detectado precocemente as chances de cura do câncer da mama são bastante elevadas” afirmou a diretora geral da Estação Cabo Branco, Marianne Góes.