João Pessoa apresenta experiências de sucesso no Seminário Internacional de Economia Criativa

Por Max Oliveira - em 377

Uma das oito cidades brasileiras que integram a Rede de Cidades Criativas da Unesco, João Pessoa se destaca no segmento de Economia Criativa pelo seu artesanato e arte popular. Cases de sucesso, como o projeto Sereias da Penha, Celeiro Espaço Criativo e Villa Sanhauá, estão entre as principais iniciativas desenvolvidas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Essas experiências, e outras que estão sendo planejadas, fazem parte de uma preparação para tornar a cidade ainda mais criativa e foram apresentadas no Seminário Internacional de Economia Criativa, realizado no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, nesta quinta-feira (28).

O evento foi promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e contou com apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Participando do painel João Pessoa Cidade Sustentável e Criativa, a secretária de Planejamento (Seplan), Daniella Bandeira destacou que a Capital já vem se preparando para ser um ambiente ainda mais criativo – as intervenções no Centro Histórico foram planejadas nessa perspectiva, permitindo a ocupação no âmbito dos negócios relacionados com a cultura.

“Entendemos que esses equipamentos são ambientes extremamente férteis para as atividades criativas, por consequência, da economia. E João Pessoa vem se preparando com intervenções nos seus ambientes públicos. Precisamos incentivar ainda mais essa atividade, preparando a cidade – o Celeiro, o Villa Sanhauá e o Parque Ecológico Sanhauá, que será executado em breve, são exemplos de uma cidade sustentável e criativa”, disse.

O Seminário Internacional de Economia Criativa foi direcionado a empreendedores, empresários, instituições de ensino superior e profissionais que atuam em áreas criativas e culturais.  Entre os objetivos, o evento pretendeu disseminar conhecimentos sobre as novas perspectivas do empreendedorismo e da produção independente e de compartilhar estratégias de atuação, superação e sustentabilidade consagradas em outros países.