João Pessoa é candidata à cidade-sede das Olimpíadas Escolares de 2013

Por - em 50

Mantendo sua política de incentivo à prática esportiva, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) se candidatou à sede das Olimpíadas Escolares Nacionais de 2013 na categoria entre 15 e 17 anos e tenta, com isto, sediar pela quarta vez um evento do tipo. A administração municipal já enviou ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) o questionário técnico sobre as pretensões da cidade para o evento e a avaliação é de que a capital paraibana tem grandes chances de vencer a disputa.

“Já realizamos duas olimpíadas escolares, vamos realizar a terceira este ano e em todas fomos muito bem sucedidos. João Pessoa já possui a estrutura e a experiência necessárias para realizar estes grandes eventos esportivos”, destacou Thiago Pacheco, secretário adjunto da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

Segundo o secretário adjunto, a Prefeitura e a população pessoense já “assimilaram as olimpíadas escolares como um importante evento esportivo do calendário nacional” e isto faz com que queiram mais uma vez receber as delegações de todo o Brasil. João Pessoa recebeu as Olimpíadas Escolares Nacionais na categoria 15 a 17 anos em 2007 e 2008. Agora, em 2011, sedia pela primeira vez os jogos na categoria de 12 a 14 anos.

Além da experiência em realizar com sucesso grandes eventos, a PMJP destaca um outro ponto forte da candidatura local: as estruturas esportivas. “Temos instalações modernas e bem estruturadas, que inclusive já foram inspecionadas e aprovadas pelo COB durante a preparação dos jogos deste ano. Dois anos antes do evento, portanto, já temos uma estrutura praticamente pronta”, avalia Thiago.

Investimento – Nas Olimpíadas Escolares de 2011 a PMJP já vai poder contar também com o Centro de Treinamento do Valentina, uma área de 12,4 mil metros quadrados que está sendo construída e deve ficar pronta até o final do ano.

O complexo esportivo possui uma pista de atletismo e um campo de futebol em medidas oficiais e ainda uma piscina semi-olímpica. O local vai contar também com vestiários para atletas, cabine de imprensa para transmissões de TV e de rádio e arquibancadas para aproximadamente 1.200 pessoas.

“É um equipamento esportivo de ponta, que atende a padrões internacionais e estará pronto para várias competições”, prosseguiu Thiago, revelando que a pista de atletismo será toda revestida em ‘vinil italiano’, que é atualmente o que existe de mais moderno no mercado mundial.