João Pessoa é escolhida para ação contra exploração sexual

Por - em 18

João Pessoa já começa a se preparar para a Copa do Mundo de Futebol que acontece em 2014. A Capital paraibana foi escolhida pelo Ministério do Turismo para fazer parte das cidades que desenvolverão ações de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo, por estar localizada entre duas cidades que sediarão os jogos: Recife e Natal.

O primeiro grande evento em João Pessoa será a realização de uma oficina de sensibilização com representantes de todos os setores envolvidos, que está marcada para acontecer nos dias 17 e 18 de novembro. A oficina articulada pelo Grupo Gestor dos 65 Destinos Indutores, em parceria com a Secretaria de Turismo de João Pessoa (Setur), será realizada pelo Programa de Turismo Sustentável e Infância do Ministério do Turismo e Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB). A meta é a elaboração conjunta de um plano de ação para ser executado antes do início do mundial.

A realização da oficina foi definida durante o Encontro Preparatório Nacional – Oficinas Pró-Copa, que aconteceu nos dias 06 e 07 deste mês em Brasília. O evento, que contou com a participação da Coordenadora do Grupo Gestor local dos 65 Destinos Indutores e Representante do Nordeste, Alessandra Lontra, foi promovido pelo Programa de Turismo Sustentável e Infância do Ministério do Turismo e Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB)

Durante o encontro, autoridades governamentais, representantes do segmento de turismo e de organizações do terceiro setor, agentes multiplicadores e convidados internacionais trocaram experiências e apresentaram propostas para intensificar as ações do Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo.

Na ocasião, Alessandra Lontra falou sobre as ações referentes ao tema e apresentou o ‘Código de Conduta do Turismo contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes’, elaborado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). “Quero enfatizar o apoio que a prefeitura deu ao tema, dando total condições para a confecção do Código juntamente com o Procurador do Trabalho, Eduardo Varandas”, comentou.

O secretário de Turismo de João Pessoa, Elzário Pereira Júnior, ressaltou a importância de João Pessoa ter sido escolhida pelo MTur para participar dessas ações. “Apesar de não sermos sede, certamente teremos um aumento no fluxo de turistas durante o evento e é importante que nossas crianças e adolescentes estejam protegidos, para isso vamos intensificar ações de prevenção a esse tipo de crime”, argumenta.

Avaliação – De acordo com o Ministério do Turismo e o CET/UnB, o encontro alcançou os seus três objetivos principais:
– Oferecer direcionamentos para as campanhas de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo, com vistas à Copa do Mundo de 2014;
– Analisar a situação sobre possíveis vulnerabilidades que o Brasil possa enfrentar nas questões de violência contra as crianças e adolescentes durante o evento esportivo;
– E reunir diretrizes para a formulação de uma matriz de responsabilidade para a prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes nas 12 cidades-sede do Mundial e em João Pessoa e, ao mesmo tempo, mostrar a importância das oficinas pró-Copa, que começam a ser promovidas a partir de agora.