João Pessoa gera 6.751 vagas de janeiro a setembro deste ano

Por - em 15

João Pessoa gerou 6.751 postos de trabalho entre janeiro e setembro, um recorde para o período, segundo o Ministério do Trabalho, que divulgou nesta terça-feira (19) os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O resultado é 13,8% maior do que o registrado entre janeiro e setembro de 2009 (5.929) e representa 37% de todas as vagas geradas na Paraíba no período.

De acordo com o Caged, este ano as empresas da Capital informaram a realização de 42.919 contratações e de 36.168 demissões. Considerando apenas o mês de setembro, o número de novas vagas ficou em 822. A construção civil foi o setor que mais gerou emprego. Entre janeiro e setembro, o Ministério do Trabalho registrou 3.126 novas vagas (com 12.350 contratações e 9.224 demissões).

Em segundo lugar ficou o setor de serviços, que criou 2.319 postos de emprego no período, com a admissão de 14.817 pessoas e o desligamento de 12.498. Destaque também para as empresas do comércio. Elas foram responsáveis pela geração de 1.153 vagas de trabalho entre janeiro e setembro, contratando 10.597 novos funcionários e demitindo outros 9.444.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção, Raimundo Nunes Pereira, os números do Caged demonstram que a economia de João Pessoa continua crescendo de forma sustentável. Ele lembra, no entanto, que os dados revelam apenas o resultado do setor formal. “Há toda uma massa do setor informal que não aparece nas estatísticas, mas que também gera ocupação e renda, e tem conseguido expandir seus negócios”.

Nunes cita o Empreender-JP (Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios de João Pessoa) e diz que o programa tem servido de suporte para o setor informal e de veículo para a formalização dos negócios. “O Empreender já investiu R$ 21.740.646,80 na economia da Capital, por meio de 9.291 contratos de empréstimo”.