João Pessoa participa do II Encontro das Cidades Criativas Brasileiras da Unesco com 12 experiências realizadas no segmento

Por Max Oliveira - em 355

Depois de promover a primeira Feira Internacional de Economia Criativa, João Pessoa agora participa do II Encontro das Cidades Criativas Brasileiras da Unesco (ECriativa), que teve início nesta terça-feira (26) e segue até a próxima sexta-feira (29), em Florianópolis (SC). Durante o evento, que conta com a participação das oito cidades brasileiras que fazem parte da rede brasileira de Cidades Criativas da Unesco, uma comitiva da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) está fazendo a apresentação de 12 experiências realizadas na Capital dentro do segmento.

João Pessoa tomou posse na Rede Cidades Criativas da Unesco em 2017, o titulo foi conferido pela sua relevância da Capital como vitrine e como grande porta de saída da produção artesanal de todo o estado da Paraíba. Desde então, a Prefeitura Municipal de João Pessoa vem investindo forte em eventos e ações de Economia Criativa, que estão sendo consideradas referências para o setor, como destaca Marianne Góes, diretora da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes.

“Estamos apresentando muitas dessas experiências nesse grande evento de Economia Criativa, que é fruto do sucesso da primeira Feira Internacional, realizada ano passado pela Prefeitura de João Pessoa. O evento ficou tão consolidado, que foi criado um calendário para a realização de outras edições em todas as cidades que compõem a Rede Cidades Criativas da Unesco”, disse Marianne Góes, que participa da comitiva da Prefeitura de João Pessoa em Florianópolis.

As experiências realizadas pela Capital – Celeiro Espaço Criativo, Formação do Grupo Gestor do Programa João Pessoa Cidade Criativa, participação no Seminário Iberoamericano do Artesanato, Reunião das Cidades Criativas Brasileiras da Unesco, Pesquisa Memória Afetiva e Emocional da Gastronomia Paraibana, participação da Reunião Anual das Cidades Criativas da Unesco na Polônia, Cartografia das Singularidades Culturais – João Pessoa Singular, Saberes e Sabores da Paraíba, Casa Cor Paraíba, Assembléia Geral do WCC – Conselho Mundial de Artesanato da América Latina, Cooperação técnica com a cidade de Fortaleza e a I Feira Internacional de Economia Criativa da Unesco.

Cidades Brasileiras que fazem parte da Rede das Cidades Criativas da Unesco – Belém e Paraty (cidades criativas no segmento gastronômico); Brasília e Curitiba (design); João Pessoa (artesanato); Salvador (música); e Santos (Cinema). Também participam três municípios que estão em processo de candidatura: Belo Horizonte, São Paulo e Fortaleza.

Rede de Cidades Criativas da Unesco – De acordo com a Unesco, as cidades da rede trabalham em busca de dois objetivos comuns: colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais e cooperar ativamente por meio de parcerias entre cidades em nível internacional. São sete categorias: artesanato e artes folclóricas, design, cinema, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música. Os municípios só podem se candidatar a uma única categoria da Rede de Cidades criativas. Atualmente a rede conta com 180 cidades em 72 países.