João Pessoa participa do Código de Conduta Ética do Nordeste

Por - em 22

João Pessoa está entre as cidades nordestinas que participarão da elaboração do ‘Código de Conduta Ética do Nordeste’ contra a exploração de crianças e adolescentes por meio do turismo. O documento será criado durante o encontro regional do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, que acontece nos dias 9 (quarta-feira) e 10 (quinta), em Recife, Pernambuco. O objetivo é consolidar a proteção de pessoas das duas faixas etárias na Região.

O secretário de Turismo da Capital, Elzário Pereira Júnior, estará presente ao encontro e vai aproveitar a oportunidade para divulgar a experiência de João Pessoa no enfrentamento ao problema, que inclusive foi apresentado durante o 5º Salão do Turismo como modelo para os outros estados.

“O projeto de inclusão social com capacitação profissional na região metropolitana de João Pessoa se transformou em uma cartilha que foi distribuída para os participantes da mesa de debates no espaço Núcleo do Conhecimento, no último dia 26 de maio. Esse projeto, desenvolvido em parceria com o Ministério do Turismo, através do TSI (Turismo Sustentável e Infância), ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Paraíba) e Setur (Secretaria de Turismo de João Pessoa) pode ser apontado como um caso de sucesso, já que ao final dos cursos profissionalizantes mais de 60% dos jovens atendidos já estavam inseridos no mercado de trabalho”, comemora o secretário.

O evento deste ano tem como tema “Construindo um turismo saudável e responsável com crianças e adolescentes no Nordeste, elaborando o Código de Conduta Ética do Nordeste contra exploração sexual de crianças e adolescentes por meio do turismo” e vai reunir representantes de diversas entidades públicas e privadas, além de pessoas da sociedade civil.

Rede de combate – Em agosto de 2007, durante o I Encontro do Nordeste realizado pelo Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, estados e municípios da região Nordeste elegeram como prioridade a intensificação de ações para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. Entre as medidas a serem adotadas estavam a construção e revisão de Códigos de Conduta Ética contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes por meio do Turismo, assim como firmar o Pacto de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes no Turismo no Nordeste.