João Pessoa tem a melhor gestão da Paraíba e alcança reconhecimento de entidades

Por Max Oliveira - em 611

Uma gestão moderna e eficiente, alinhada com as demandas da população e preparando a cidade para o desenvolvimento sustentável pelos próximos 30 anos. Entidades e institutos de pesquisa atestam essa virtude e colocam João Pessoa como o município que tem a melhor gestão da Paraíba, considerando os avanços obtidos em indicadores sociais, projetos de fomento a economia, além da transparência com os gastos públicos. Um reconhecimento que vem sendo conquistado nos últimos anos e que ultrapassa as divisas do Estado.

Depois de ser considerada a melhor Capital para se viver do Nordeste e o segundo modelo de gestão mais eficiente da região, recentemente João Pessoa foi apontada por levantamento realizado pela revista Exame, em parceira com consultoria Urban Systems, como a segunda melhor cidade do Nordeste para se investir em negócios regionais. Um feito que insere a cidade na chamada “tropa de elite” na atração de novos investimentos.

“Alcançamos este resultado porque planejamos João Pessoa no horizonte de longo prazo, desenvolvendo um plano de ação para os próximos 30 anos, que vai preparar a cidade para 1 milhão de habitantes”, avaliou o prefeito Luciano Cartaxo.

Internacionalmente João Pessoa também se destaca, sendo a única cidade do País na área de artesanato e cultura popular a receber da Unesco o selo de Cidade Criativa. Essa certificação garante à Capital paraibana a integração na rede de cooperação internacional, que dará mais visibilidade, credibilidade e mercado para diversas associações de artesãos que têm na arte uma alternativa de sustento e de manutenção da cultura popular.

“Com esse estímulo, poderemos avançar desenvolvendo ações que contribuam ainda mais para dar visibilidade ao nosso artesanato e arte popular. João Pessoa vive um momento muito especial de premiações e receber este título nos enche de orgulho e motivação para continuar investindo muito na cultura popular, no artesanato e, principalmente, nos artesão, nos artistas”, disse Luciano Cartaxo.

O símbolo desse novo momento na arte e no artesanato é o Celeiro Espaço Criativo, inaugurado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) no último dia 10 de janeiro, para dar visibilidade à produção de artesanato, artes visuais, cultura popular e design produzidos na Capital. “Uma grande conquista pra nós que trabalhamos desde 2013, com políticas de incentivo e apoio ao artesanato e cultura no nosso município”, destacou Maísa Cartaxo, coordenadora do programa João Pessoa Artesã (JPA), durante a inauguração do equipamento.

Cidade Sustentável – Levantamento realizado pela Rede de Monitoramento Cidadão, que faz o acompanhamento do João Pessoa Cidade Sustentável, aponta avanços em indicadores sociais, ambientais e de gestão do município, nos últimos quatro anos, e mostra a Capital paraibana como a que mais avançou na implantação do projeto entre os seis municípios brasileiros que integram o conjunto de Cidades Emergentes e Sustentáveis do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

João Pessoa já está na última das etapas estabelecidas pelo BID, inclusive com a operação de crédito já aprovada no valor de R$ 100 milhões, para colocar em prática 60 ações em áreas como infraestrutura urbana, uso do solo; competitividade da economia; gestão pública; segurança; mudanças climáticas, mobilidade e transporte. “Serão intervenções para melhorar a qualidade de vida das pessoas, principalmente em áreas carentes da cidade”, disse o secretário da Receita Municipal de João Pessoa e coordenador do Projeto Cidade Sustentável do município, Adenilson Ferreira.

Transparência pública – O acesso à informação sobre a administração pública é considerado um direito em várias partes do mundo – o cidadão precisa e deve ser informado para onde e como são investidos os recursos oriundos do seu imposto. Fornecer tais informações, de forma transparente, é prova de uma gestão eficiente e moderna.

A Lei de Acesso à Informação foi pioneira na consolidação do fortalecimento da Transparência Pública. Desde então, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) tem sido destaque sucessivo em rankings de avaliação na transparência, como as pesquisas realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), com nota 9,9, que garantiu o primeiro lugar no Estado. Já a Fundação Getúlio Vargas (FGV) colocou João Pessoa em 1° lugar entre todas as capitais do País.