Jogos da Primavera revelam talentos na rede municipal de ensino

Por - em 29

A valorização do esporte na rede municipal de ensino e a revelação de talentos marcaram a edição dos Jogos Escolares Municipais – Jogos da Primavera, encerrados na tarde desta quinta-feira no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM). A iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), executada por sua Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), contou com a participação de mais de 1.300 alunos matriculados em 78 escolas municipais.

A competição teve início no dia 24 de setembro deste ano e, na solenidade desta quinta-feira, as escolas campeãs e vice-campeãs receberam troféus e medalhas da Sedec em cada uma das doze modalidades disputadas nesse período, o mesmo ocorrendo com os estudantes que venceram suas provas.

Das 78 escolas participantes, a Escola Municipal Luiz Mendes, localizada no bairro do Cristo, conquistou a maior quantidade de troféus, 13 no total. Em segundo lugar, ficou a Escola Municipal João Monteiro da Franca, do Jardim Veneza, que conquistou 12.

“Essa edição dos Jogos da Primavera foi muito especial, porque pudemos contar com um grande apoio da Sedec e a participação dos alunos. E o que é melhor, a grande integração com toda a comunidade escolar. Pais, gestores, professores, estiveram participando ativamente das competições, mostrando que o esporte é sem dúvidas um poderoso instrumento pedagógico e de socialização dentro das comunidades”, enfatizou o coordenador dos Jogos pela Sedec, professor Edvaldo Pinheiro.

Novos talentos – Durante a realização dos Jogos da Primavera a revelação de novos talentos foi marcante. A aluna Luana Fabrícia, de 14 anos, matriculada no 7º ano da Escola Municipal Antonio Santos Coelho, se destacou na modalidade do futebol feminino. Consagrada como artilheira dos Jogos da Primavera, tendo marcado 10 gols, durante a competição ela mostrou talento e garra, de quem vê no esporte um instrumento de transformação social. “Eu busco no esporte conhecimento, sabedoria e dou muito valor a isso tudo que eu tenho recebido por meio dele. E agora, depois dos Jogos eu sei que só tenho a crescer”, comentou Luana Fabrícia.

Já do outro lado da bola, ficou a aluna Rachel Maria, de 14 anos, matriculada no 9º ano da Escola Municipal Tharsila Barbosa. A estudante se consagrou como a melhor goleira dos jogos, passando por todos os jogos invicta. “Essa é a primeira vez que participo dos jogos na modalidade do futsal, com certeza me esforçarei para crescer bem mais. Eu sempre levo alguma coisa do esporte comigo, sempre novas lições, e continuar nisso é um desejo muito grande meu”, relatou a atleta.