Jornada orienta guardas municipais sobre direitos humanos e segurança

Por - em 20

Durante toda esta semana, 30 agentes da Guarda Municipal estão participando da ‘1ª Jornada Formativa de Direitos Humanos em Segurança Pública’, promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) que é vinculada ao Ministério da Justiça. O curso teve início na segunda-feira (16) e irá se estender até o dia 19 deste mês.

As aulas estão sendo ministradas pela equipe da Senasp no Hotel Ouro Branco, no Bairro de Tambaú, nos períodos da manhã e tarde. Homens do Corpo de Bombeiros e das polícias Civil e Militar também participam da atividade, cujo objetivo é contribuir para a formação de uma cultura nacional de direitos e deveres humanos e de uma solidariedade ativa e paz social, além de instruir os agentes responsáveis pela segurança pública no tocante aos direitos humanos.

A equipe de facilitadores é formada por Rosa Maria de Almeida, doutora em Gerontologia e Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS); Julio Alejandro, professor de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Jefferson Guimarães, bacharel em Estudos Sociais pela PUC/RS.

De acordo com o superintendente-adjunto da Guarda Municipal, tenente Anderson Henrique, dentro do conteúdo programático a ser trabalhado com os agentes da Guarda Municipal e demais participantes estão a ‘Visão Sistêmica da Produção da Violência’, a ‘Reflexão sobre os Fatores de Desumanização’, a ‘Memória Histórica da Segurança Pública no Brasil’, a ‘Construção Coletiva de um Novo Paradigma de Direitos Humanos em Segurança Pública’ e ‘Segurança Pública como um Direito Humano’.