Jovens começam a ser treinados para atuar no turismo da Capital

Por - em 19

A Capital vai contar, nos próximos meses, com um reforço de mão-de-obra capacitada na área de turismo. Ao todo, 150 jovens de João Pessoa e mais quatro municípios paraibanos estão sendo capacitados nos cursos de garçom básico, camareira, auxiliar de cozinha e mensageiro. Os cursos são realizados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e as primeiras turmas tiveram seu primeiro dia de aula nesta segunda-feira (10).

A previsão é que as primeiras turmas concluam o curso no mês de novembro, período da alta estação, quando há um aumento natural na procura por profissionais para suprir as vagas temporárias que surgem no setor.

De acordo o secretário de turismo de João Pessoa (Setur), Elzário Pereira Júnior, a inclusão da capital nesse projeto é muito importante, uma vez que o setor busca cada dia mais pessoas capacitadas para atender o turista com qualidade. “Esse é mais um passo no fortalecimento do nosso turismo, já que além de atrair os visitantes é preciso oferecer um serviço de qualidade, e isso só é possível com pessoas capacitadas”, reforça.

Os cursos, cuja aula inaugural aconteceu na última sexta-feira (07), no auditório do Hotel ouro Branco, fazem parte do Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional, que prevê a capacitação de 150 jovens entre 16 e 26 anos dos municípios paraibanos de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, que vivem em situação de vulnerabilidade social. A ação é desenvolvida pelo programa Turismo Sustentável e Infância (TSI) do Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).

Segundo a coordenadora-geral do TSI, Elisabeth Bahia, a inclusão social e o desenvolvimento do turismo como atividade econômica sustentável são os objetivos do projeto de capacitação, que conta com um investimento do Ministério do Turismo de R$ 535.162,00.

O projeto – O projeto está entre as ações do programa TSI. O piloto foi lançado, em 2007, em Fortaleza (CE). Na ocasião, 340 jovens entre 16 a 26 anos concluíram a capacitação profissional. Neste ano, outros 120 jovens do Guarujá (SP), Santos (SP) e São Vicente (SP) foram beneficiados pelo projeto. Hoje, dos 460 jovens qualificados no Ceará e em São Paulo, 45% estão empregados formalmente. Além da Paraíba, 240 jovens das cidades pernambucanas de Recife, Olinda, Ipojuca e Cabo de Santo Agostinho estão sendo capacitados em cursos na área de turismo.

O projeto conta ainda com 300 jovens de Fortaleza (CE) em formação para atividades culturais e de desenvolvimento do turismo. Outros 100 jovens com necessidades especiais de Limeira (SP) estão sendo selecionados para os cursos na área do turismo.