Jovens concluem curso para atuar com turismo na Capital

Por - em 49

Um auditório lotado e uma plateia atenta. Esse foi o cenário que o jovem Ismael Mesquita, de 24 anos, encontrou para dar o seu depoimento sobre como a capacitação profissional deu um novo rumo à sua vida. “Eu cheguei para me inscrever e falei: me deem uma chance! Eu tive essa chance. Hoje estou trabalhando com garçom e sai do mundo das drogas. Estou feliz”, afirmou.

O depoimento do jovem emocionou o público que participou nesta terça-feira (1) da cerimônia de encerramento dos cursos de capacitação profissional promovido pelo Ministério do Turismo em João Pessoa. O evento aconteceu no auditório da Estação Cabo Branco Ciências Cultura e Artes. Um total de 142 jovens são atendidos pelo Projeto de Inclusão Social com Capacitação Profissional por meio do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI). Esse projeto tem a parceria da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), na Região Metropolitana de João Pessoa (João Pessoa, Conde, Santa Rita, Bayeux e Cabedelo).
O secretário de turismo de João Pessoa, Elzário Pereira Júnior, que na ocasião representou o prefeito da Capital, falou sobre a importância de inserir o trade nesse projeto de inclusão social. “É nossa obrigação acolher esses jovens que estão tendo a oportunidade de se capacitar para oferecer um serviço de qualidade. Esse é o turismo que queremos desenvolver em João Pessoa, um turismo sustentável de base social”, declarou.

A coordenadora geral do TSI, Elisabeth Bahia, ressaltou que ao capacitar os jovens para a cadeia produtiva do turismo, “o projeto abre portas e cria novas alternativas de trabalho a esses jovens. Isso possibilita que eles saiam da situação de vulnerabilidade e tenham uma vida digna ao lado de suas famílias”. O Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional é voltado a jovens de 16 a 26 anos com renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo.

Dos 150 jovens selecionados para participar do projeto, 142 concluíram os cursos. Desses, 45 já estão empregados. Além dos cursos de mensageiro e camareira, foram oferecidos cursos de garçom/garçonete básico e auxiliar de cozinha. As aulas teóricas e práticas realizadas em hotéis e restaurantes foram executadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Além dos cursos de capacitação, os jovens participaram também de atividades complementares como palestras sobre exploração sexual de crianças e adolescentes, orientação profissional e noções de empreendedorismo no turismo, bem como oficinas e atividades e eventos ligados ao turismo.

Programa TSI – O Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional está entre as ações do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), criado e gerido pelo MTur, para trabalhar a prevenção e o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nos segmentos do turismo. O projeto piloto foi lançado no ano de 2007, em Fortaleza (CE). Na ocasião, 340 jovens entre 16 a 26 anos concluíram a capacitação profissional. Neste ano, além da Paraíba, o projeto capacitou 120 jovens das cidades paulistas de Santos, Guarujá e São Vicente. Desses, 31 já estavam atuando no mercado de trabalho do turismo quando o projeto foi concluído em maio. Em Pernambuco, 240 jovens de Recife, Ipojuca, Olinda e Cabo de Santo Agostinho estão em processo de capacitação.