JP supera capitais do NE no Índice Brasil de Cidades Digitais

Por - em 53

João Pessoa está em 29º lugar no Índice Brasil de Cidades Digitais, segundo pesquisa da Momento Editorial, em parceria com a  Fundação CPqD, publicada pela revista Wireless Mundi. A Capital está no nível 2 – Telecentro, apenas 69 pontos atrás de Belo Horizonte (MG), que lidera o ranking, com 360 pontos, no nível 3 – Serviços Eletrônicos. A pesquisa, que avaliou 75 municípios, pode ser conferida no link http://www.wirelessmundi.inf.br/index.php/component/content/article/43-edicao-no6/497-capa

O secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Marconi Maia de Oliveira, avaliou o resultado da pesquisa como positiva pelo fato de João Pessoa ter obtido 291 pontos e ter ficado à frente de capitais nordestinas como Aracaju (283 pontos), São Luís (277) e Salvador (183). “Ficamos à frente de grandes capitais do Nordeste. Estamos bem situados”, disse, lembrando que o projeto das Estações Digitais desenvolvido pela administração municipal é modelo no País.

Marconi Maia ainda destacou que os Telecentros receberão mais investimentos a partir do final desse ano e início de 2012. “Vamos trocar os computadores por outros mais modernos e as salas e os cursos serão ampliados. Vamos oferecer, por exemplo, curso de redes sociais”, contou, acrescentando que os micros que hoje estão nos Telecentros receberam um sistema educativo e vão equipar as Estações Kids, que serão lançadas e devem funcionar nos Petis.

Circo Digital – Outra novidade é o Circo Digital, que começa a funcionar na segunda quinzena de setembro, de forma itinerante, nos bairros que ainda não têm Estação Digital. Nele, as pessoas terão acesso a Telecentro com 15 computadores, ao Sistema Multimídia da Casa Brasil, onde será oferecido curso de DJ, Estação Kids e Estação da Moda – Centro Vocacional Tecnológico (CVT), entre outros.

“É o governo municipal se aproximando da comunidade com políticas públicas de inclusão digital”, disse Marconi Maia, acrescentando que essas iniciativas vão fazer com que João Pessoa avance ainda mais no nível de digitalização.

Trabalho inédito – O Índice Brasil de Cidades Digitais é um trabalho inédito no país, realizado com o objetivo de medir o nível de digitalização dos municípios brasileiros que utilizam as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs).

Para avaliar em que estágio estão os municípios brasileiros, o CPqD criou uma metodologia que leva em conta uma série de critérios, divididos em nove categorias, relacionados não só à infraestrutura tecnológica (presença de equipamentos primários, banda, cobertura geográfica, etc), mas também à disponibilidade de serviços digitais e até de recursos de acessibilidade, por exemplo, para pessoas com deficiências físicas ou analfabetas.

A partir desses critérios, foi gerado um questionário com 15 perguntas, que foram respondidas por mais de 100 municípios, de todas as regiões do Brasil. Desse total, 75 questionários foram validados pela equipe da Momento Editorial e do CPqD, após checagem dos dados e seu cruzamento com informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A metodologia também estabelece um sistema de pontuação para cada categoria de critério.

 

Confira os níveis das cidades digitais e a pontuação

 

NÍVEL 1 – Acesso básico: até 152 pontos;

NÍVEL 2 – Telecentros: de 152 a 342 pontos;

NÍVEL 3 – Serviços eletrônicos: de 342 a 566 pontos;

NÍVEL 4 – Pré-integrado: de 566 a 850 pontos;

NÍVEL 5 – Integrado: de 850 a 2.250 pontos;

NÍVEL 6 – Pleno: acima de 2.250 pontos