Kits Bocão e DST/AIDS são lançados para uso nas escolas

Por - em 44

A Prefeitura de João Pessoa, por suas secretarias de Saúde e Educação, lançou na manhã desta sexta-feira (18), na Escola Municipal Cantalice Leite Magalhães, situada no Bairro das Indústrias, dois projetos: um ligado à saúde bucal e outro à orientação e prevenção às DSTs e AIDS. Na oportunidade foram apresentados aos professores e alunos os kits que serão trabalhados nas salas de 63 unidades de ensino, sendo eles o Kit Bocão e o Kit Testagem DST e AIDS.

O material começará a ser utilizado na próxima segunda-feira (21), segundo Erionilza Estrela de Lacerda, coordenadora do Programa Saúde na Escola. Ela informou que, a princípio, os projetos estão sendo implantados em 63 unidades escolares por já estarem inseridas no programa do Governo Federal intitulado “Mais Educação”.

“Pretendemos estender o projeto até o início do ano que vem em todas as escolas ligadas à rede municipal (hoje existem 92) e nos 39 Centros de Referência em Educação Infantil (Creis)”, adiantou a coordenadora.

O odontólogo Mário Allan, que atua no Distrito Sanitário I, no Bairro das Indústrias, explicou que o trabalho que utilizará o Kit Bocão será ministrado para os professores e alunos do ensino fundamental menor, 1º ao 5º ano, e ensino fundamental maior, que vai do 6º ao 9º. Ele explicou que, a partir das informações que serão levadas para as escolas, docentes e discentes serão multiplicadores nas suas respectivas comunidades.

Temáticas como “Diabetes na odontologia”, “As infecções bucais podem elevar a taxa glicêmica”, “ Hipertensão na odontologia”, “Higiene oral do seu bebê”, “Câncer bucal”, métodos de escovação, dentre outros assuntos serão abordados de forma didática utilizando os kits, além de outras formas pedagógicas, como peças de teatro envolvendo assuntos relacionados à saúde bucal.

Já os kits destinados às informações sobre DST e AIDS fazem parte de um projeto do Governo Federal destinado a conscientizar os adolescentes sobre a importância do sexo seguro e a vulnerabilidade às enfermidades ligadas à temática. A apoiadora matricial da Secretaria de Saúde, Maria Verônica de Araújo, explicou que o kit contém um questionário que será trabalhado com os adolescentes, a fim de analisar uma possível exposição ao HIV ou às DSTs. Existem também mais dois recursos para serem trabalhados em sala de aula: um DVD com filmes sobre a temática, além de um software com o mesmo conteúdo.