Luciano Agra inaugura novo Crei no Castelo Branco e moradores comemoram

Por - em 330

“Cuidar da educação é pensar no futuro da nossa cidade”, destacou o prefeito Luciano Agra durante a inauguração do Centro de Referência em Educação Infantil Santa Clara (Crei), no bairro do Castelo Branco. A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) investiu mais de R$ 718 mil  na obra que já está em funcionamento e pode atender até 120 crianças, com idades entre dois e cinco anos.

Segundo Agra, é um dever da gestão investir em educação. “O Crei é onde começa a iniciação educacional dos estudantes e, em João Pessoa, contamos com 41 unidades que atendem mais de quatro mil crianças. Hoje temos escolas de referência em estrutura e ensino, além de cinco unidades de escolas com tempo integral e conseguimos elevar os índices educacionais do município. Vamos continuar trabalhando para melhorar ainda mais, pois precisamos pensar no futuro da nossa cidade”, disse.

O prefeito lembrou que a construção do Crei atende as reivindicações da própria população do bairro que participa assiduamente das plenárias do Orçamento Democrático. “Essa obra não é apenas a vontade de um político, mas a realização de um trabalho sério e consistente que procura atender, dentro das possibilidades da gestão municipal, as demandas e deficiências da comunidade do Castelo Branco”, falou ele ressaltando a importância de se trabalhar junto das pessoas e saber das suas necessidades.

Para a secretária de Educação, Ariane Sá, o Crei trouxe inúmeros benefícios para os moradores do bairro. “A comunidade tem uma população crescente de crianças e já necessitava de um centro como este. O trabalho cotidiano será importante para o desenvolvimento dos alunos, pois quando eles passarem para no ensino fundamental I, já estarão com a capacidade cognitiva desenvolvida”, explicou.

A secretária afirmou também que ainda existem vagas no Centro de Referência. “Para fazer a inscrição é necessário apenas trazer a Certidão de Nascimento da criança e que ela tenha a idade adequada para ser inserida nas atividades. Será dada a preferência para os moradores do Castelo Branco, mas existindo vagas, o aluno poderá ser matriculado”, relatou.

Estrutura – O Crei Santa Clara é composto por quatro salas de aula amplas, salas de leitura e de repouso, brinquedoteca, diretoria, espaço coberto para recreação e outro descoberto para a realização de diversas atividades, sala de vídeo, almoxarifados didáticos e de limpeza, lavanderia, dispensa, área de serviço, refeitório e cozinha. Durante 10 horas por dia (das 7h às 17h), as crianças participam de atividades pedagógicas, aulas de arte, educação física, banho, repouso, recreação livre e também realizam cinco refeições diárias de forma balanceada.

O local conta ainda com a assistência da direção, coordenação, professores, monitores, cozinheiros, auxiliares de serviço, lavadeiras, vigilantes e auxiliares de limpeza.

Mães despreocupadas – O Centro de Referência em Educação Infantil Santa Clara já está em funcionamento desde outubro com todas as suas atividades. Samira Cavalcante tem dois filhos matriculados, Artur (3 anos) e Samara (5 anos). Para ela, é muito importante ter um lugar seguro onde deixá-los. “A princípio eu relutei em deixar os meus filhos em uma creche, mas quando eu cheguei para conhecer o lugar me encantei. Vi a qualidade das instalações e, principalmente, o cuidado e carinho com que as professores e a direção tratavam as mães e as crianças, então não tive dúvidas de que poderia matricular meus filhos”, afirmou.

Clara Iram não tinha como trabalhar, pois não tinha com quem deixar a filha Yasmin de apenas 3 anos. “Desde que o Crei começou a funcionar eu passei a ter segurança em deixar a minha filha e procurar um emprego. Há uma semana eu consegui um e já comecei a trabalhar”, revelou.

Mais investimentos – Além da construção do Crei Santa Clara, a PMJP já pavimentou 15 ruas no bairro do Castelo Branco – um investimento de mais de 1,2 milhões. Também foi implementado o binário que contempla a Avenida Castelo Branco e a Rua Coronel Matos Cardoso, uma obra do projeto ‘Caminho Livre’. Atualmente estão sendo investidos mais de R$ 700 mil reais na construção da Unidade de Saúde da Família (USF), onde irá funcionar três equipes integradas.

“Acreditamos na força da participação popular através do Orçamento Democrático. Já conseguimos inúmeros benefícios para o nosso bairro e vamos continuar lutando para conseguir tudo o que precisamos”, frisou Antônio Fernandes, presidente da associação de moradores do Castelo Branco.