Luciano Agra inaugura sede própria do Centro de Referência da Mulher

Por - em 106

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres, inaugura na próxima terça-feira (13), às 9h, a sede própria do Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra. A programação de inauguração prevê a solenidade de descerramento da placa pelo prefeito Luciano Agra e uma apresentação cultural de voz e violão com a cantora Clara Bione.

A nova sede do Centro de Referência da Mulher, na Rua Afonso Campos, 111, foi adquirida por R$ 420 mil, com recursos próprios da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). Após a aquisição do imóvel, foram realizados serviços de manutenção com o objetivo de adequá-lo à norma técnica de uniformização dos Centros de Referência da Mulher, conforme orientação da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres.

Segundo a coordenadora do Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, Liliane Oliveira, a nova sede dispõe de espaço e segurança para o atendimento multidisciplinar de apoio às mulheres. “Essa ação é também uma política de conscientização, prevenção e contribuição para a erradicação da violência doméstica e familiar na vida das mulheres de João Pessoa e região metropolitana”, disse.

Sensibilidade e compromisso – A secretária de Políticas para as Mulheres de PMJP, Lúcia Silva, ressaltou que a aquisição do imóvel é mais uma conquista das mulheres que enfrentam ou enfrentaram a violência doméstica e familiar. “Isso demonstra a sensibilidade e o compromisso do prefeito Luciano Agra com a causa da mulher, pois consolida o trabalho desenvolvido pelo Centro de Referência da Mulher”, acrescentou.

Mulheres atendidas – Em cinco anos de atuação, o Centro acolheu, orientou e encaminhou para a Rede de Serviços Especializados mais de 1,6 mil mulheres – tanto da Capital quanto dos municípios que compõem a área metropolitana de João Pessoa, a exemplo de Bayeux, Cabedelo, Conde e Santa Rita.

No local, também é realizado atendimento não presencial, por meio da escuta telefônica (pelo 0800- 283-3883), no qual se contabiliza, diariamente, cerca de 10 atendimentos. O Centro funciona das 8h às 19h.