Luciano Agra inicia licitação para usina de fibra de coco

Por - em 44

Cerca de 30 famílias serão diretamente beneficiadas com a instalação da usina de Beneficiamento do Coco Verde, em uma área de aproximadamente seis mil metros, localizada próxima a Escola Viva Olho do Tempo (Evot), no Vale do Gramame. A solenidade de assinatura da abertura da licitação para a construção da usina será neste sábado (23), às 10h30, na Rua Professora Dalra Alcides de Almeida, próximo ao Campo de Futebol em Gramame.

Na ocasião, o prefeito Luciano Agra vai assinar o documento e oficializar o processo para a contratação da empresa que será responsável pela execução da obra, estimada em R$ 169 mil, sendo R$ 154,5 mil vindos do Ministério do Turismo e R$ 14,5 mil da Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

O projeto foi desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Turismo (Setur), e busca equilibrar a utilização dos recursos naturais e a geração de trabalho e renda complementar para a comunidade local.

“Cerca de cinco toneladas de coco são jogadas no lixo por mês na Capital. Com o projeto, esse material será reaproveitado e deixará de sujar as ruas”, comentou o secretário de turismo, Elzário Pereira Júnior, acrescentando que a área será estruturada para ser usada como um equipamento que permita a visitação turística, já que no Vale do Gramame está sendo feito um trabalho de turismo rural sustentável.

A iniciativa conta com o apoio da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que ficou responsável pela formação da associação, gestão e capacitação das pessoas beneficiadas diretamente; Escola Viva Olho do Tempo (Evot), Embrapa Agroindústria Tropical, que vai capacitar pessoal para o uso do maquinário; Secretaria de Meio Ambiente (Semam), com ações de desenvolvimento da otimização dos recursos naturais e a Secretaria Executiva de Ciência e Tecnologia (Secitec), que cuidará dos recursos tecnológicos da iniciativa.

A construção da usina é uma das ações do ‘Projeto Turismo Rural Sustentável no Vale do Gramame’, desenvolvido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e apoiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), numa promoção da Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba (Funetec), tendo como pontos de apoio o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) e a Evot, ligados aos diversos parceiros do Vale do Gramame.