Luciano Agra lança programa de qualificação profissional

Por - em 21

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) coloca em prática mais um projeto voltado para a geração de emprego e renda. Trata-se do Programa ‘Qualifica-JP’, lançado na noite desta quinta-feira (30) pelo prefeito Luciano Agra, em solenidade no Ponto de Cem Réis, Centro da Capital. Nesta primeira etapa de execução do projeto, a Prefeitura está investindo R$ 391.068,79.

O lançamento do programa foi marcado pela assinatura do convênio com a Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba (Funetec-PB), instituição que ficará responsável pelos cursos profissionalizantes. O ‘Qualifica-JP’ vai beneficiar cerca de 800 homens e mulheres já assistidos por programas sociais do governo municipal ou que estejam desempregados. “Este programa vem a se somar a outros que a Prefeitura desenvolve na área do emprego e renda e que já beneficia milhares de pessoas. O Qualifica-JP é um projeto estruturante, pois a partir da qualificação profissional a sociedade se organiza, gerando muitos frutos positivos”, afirmou o prefeito Luciano Agra.

O programa é executado através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). O objetivo é formar mão de obra qualificada, estimulando e fortalecendo habilidades pré-existentes, que possibilitem a inserção dessas pessoas no mercado formal de trabalho ou em atividades organizadas em sistema de economia solidária. Outro beneficio a ser alcançado é a autonomia financeira, ou seja, a auto-sustentabilidade associada à inclusão social. “Estamos colocando em prática uma política direcionada ao crescimento profissional das pessoas. Já durante as aulas, os alunos serão cadastrados no Sine-JP, onde estes terão a oportunidade de serem inseridos no mercado de trabalho”, disse secretário adjunto da Sedes, Antonio Jácome.

Cursos – Com esse convênio, a Prefeitura oferece aos cidadãos pessoenses 13 opções de cursos profissionalizantes, em diferentes áreas de atuação, totalmente gratuitos. São eles: serigrafia, panificador, eletricista residencial, mosaico e pintura decorativa, mecânica de motos, corte e escova (cabeleireiro), manutenção de micro, secretariado, corte e costura, pedreiro de azulejo, paisagismo e jardinagem, gerenciamento de obras e eletricista predial. Ao final de seis meses, o curso é concluído e os alunos recebem um certificado. “Temos muita honra em fazer parte dessa iniciativa e contribuir para o crescimento profissional de centenas de pessoas. Essa será uma parceria vitoriosa na construção de uma educação cidadão. Garantimos que vamos oferecer um ensino de qualidade, com professores altamente capacitados”, destacou a professora geral de ensino da Funetec-PB, Cristiana Antunes.

Serão formadas 33 turmas com 22 alunos em cada uma delas. As aulas acontecem três dias por semana, com cursos nos turnos da manhã, tarde e noite. Os cursos serão ministrados nos Centros de Referência da Cidadania (CRCs), Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Associações de Moradores em algumas comunidades. Os professores dos cursos fazem parte do corpo docente do Instituto Federal de Educação da Paraíba (IFPB), também parceiro do projeto. “A nossa instituição vai completar 101 anos de serviços prestados a sociedade. Hoje, estamos presentes em nove cidades do interior da Paraíba oferecendo diversos cursos. Vamos nos dedicar a esse projeto e tenho certeza que os resultados serão positivos”, frisou o pró-reitor Administrativo do IFPB,
Carlos Roberto de Almeida.

O ‘Qualifica-JP’ também terá o apoio das Secretarias de Educação (Sedec) e do Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), através do Empreender- JP, um programa de micro-crédito que mudou o contexto da geração de emprego e renda em João Pessoa, servindo inclusive de exemplo para outras cidades. “Colocamos todas as nossas linhas de crédito para os alunos que forem capacitados pelo programa, para que eles possam iniciar seu negócio, no conceito de auto-gestão e produção de serviço”, afirmou Rui Ribeiro, coordenador do Empreender.

Planejando o futuro – Sonhando com dias melhores para a sua família, está à doméstica Maria do Carmo Ramos, desempregada há um ano. Entre as opções de cursos, ela planeja se inscrever em ‘Corte e Escova’. “O trabalho traz esperança de um futuro melhor. Fico muito feliz em ter a oportunidade de me qualificar, sem ter que pagar nada por isso, e pode sonhar com um algo melhor para a minha família. Quando terminar o curso, pretendo abrir um salão de beleza na minha casa, assim fico perto das minhas filhas”, afirmou entusiasmada Maria do Carmo.

Durante a solenidade de lançamento, alguns jovens inseridos no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) fizeram apresentações culturais a exemplo de dança, música e percussão.