Luciano Agra participa em Brasília do lançamento do ‘Plano Brasil Sem Miséria’

Por - em 27

O prefeito de João Pessoa Luciano Agra participou nesta quinta-feira (2), em Brasília, do lançamento do ‘Plano Brasil Sem Miséria’, apresentado pela presidenta Dilma Roussef. O projeto pretende retirar das condições de extrema pobreza 16,2 milhões de brasileiros. A cerimônia, realizada no Salão Nobre do Palácio do Planalto, contou com a presença de ministros e diversas autoridades, entre elas, o governador do Estado Ricardo Coutinho.

“Vejo com muito otimismo a execução do plano pela objetividade que este apresenta no sentido de resolver problemas sociais crônicos do País e ampliar o efeito das políticas públicas de combate à fome e à miséria”, destacou Luciano Agra.

O plano lançado propõe a adoção, por parte do governo federal e de parcerias com os municípios e a sociedade civil, de novas ações e a ampliação de outras já existentes que possam gerar uma maior inclusão da população mais pobre nas oportunidades geradas pelo crescimento econômico brasileiro nos últimos anos. Outra estratégia do governo que deverá ser aplicada é o fortalecimento da transferência de renda para outras faixas sociais da população.

O prefeito ressaltou que um dos eixos do programa que mais chama atenção é o que tem como proposta a inclusão produtiva de famílias do campo que estão inseridas no perfil de extrema pobreza. “O Bolsa Verde, por exemplo, será pago às famílias mais pobres que promovam ações de proteção ambiental nas áreas onde vivem. Isso é uma iniciativa que deverá melhorar significativamente a qualidade de vida dessas famílias que vivem nessas áreas e que também atuam com ações que promovam a preservação do meio ambiente”, afirmou Luciano Agra.

Agra destacou que o Plano deve gerar resultados animadores com a ampliação do programa Bolsa Família e a associação de diversos outros programas que promovam o alcance de uma maior parte da população às políticas sociais. “Uma das principais medidas a serem adotadas será, por exemplo, denominada de Busca Ativa, onde haverá uma participação decisiva dos governos em chegar até onde estão essas famílias que precisam ter respostas mais rápidas às suas realidades de extrema pobreza”, ressaltou o prefeito.