Luciano Agra recebe visita do diretor da Escola Bolshoi

Por - em 56

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, recebeu nesta quinta-feira (30) a visita do diretor geral da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, Pavel Kazarian. O encontro aconteceu no gabinete do Centro Administrativo do Município (CAM), em Água Fria, e contou com a presença da Secretária de Educação e Cultura da Capital, Ariane Sá. A Companhia Jovem da Escola Bolshoi e alunos paraibanos que também fazem parte da instituição se apresentam nesta sexta (1º) e sábado (2) no Teatro Santa Roza, a partir das 20h. Os ingressos estarão sendo vendidos na bilheteria do teatro.

A Escola Bolshoi no Brasil funciona na cidade de Joiville, em Santa Catarina, e segue o mesmo ideal da Escola Coreográfica de Moscou, criada em 1773. A do Brasil é a única que funciona fora da Rússia, formando alunos através da dança. Dos alunos paraibanos que integram a escola, cinco deles recebem uma bolsa paga pela Prefeitura de João pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec). Além disso, o município também repassa investimentos para a própria instituição.

“Temos um grande orgulho em poder garantir que jovens paraibanos tenham acesso ao ensino da dança em uma escola que segue os mesmos ideais da que existe na Rússia, e que é referência mundial. Esses jovens estão tendo uma oportunidade de aprimorar seus próprios talentos e, quem sabe, serem, no futuro, grande nomes da dança dentro e fora do Brasil”, destacou o prefeito Luciano Agra, que fez questão de reforçar ao diretor da Bolshoi o quanto é um admirador das artes e da arquitetura do país russo. “A arquitetura moderna do Brasil tem várias influência da arquitetura e do urbanismo soviético”, completou o prefeito, que também é arquiteto.

Pavel Kazarian falou da metodologia de trabalho utilizada pela Escola no Brasil e do interesse que a instituição tem em continuar descobrindo novos talentos entre as crianças e adolescentes de várias partes do país. “Entre os paraibanos, temos alunos muito talentosos e que, certamente, vão poder dançar em qualquer outro lugar do mundo ou mesmo serem professores na própria Bolshoi”, disse ele, completando que a Escola fornece aulas de balé clássico, mas também dança contemporânea e popular.

A secretária de Educação, Ariane Sá, falou sobre os recursos repassados pela PMJP, cerca de dois salários mensais por cada criança, além de uma verba repassada à própria instituição. “São crianças talentosas que quando retornarem a João Pessoa vão poder ser inseridas como monitores da Escola de Ensino das Artes que a Prefeitura vai instalar”, destacou.

Programação – A Companhia Jovem Bolshoi se apresenta em João Pessoa também acompanhada das crianças e jovens paraibanos, que farão uma apresentação especial durante o espetáculo. O grupo está em turnê pelo Nordeste, já passou pelo Piauí e Pernambuco e deve retornar a Joinville no próximo domingo.