Luciano Agra visita obras do PAC em bairros de João Pessoa

Por - em 15

O prefeito Luciano Agra passou a manhã desta quinta-feira (02) visitando obras da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). As visitas começaram no Conjunto Habitacional Anayde Beiriz, no Bairro das Indústrias, passou pelo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) – Alto Jaguaribe e terminou nos canteiros de uma escola-padrão e de uma unidade de saúde que estão em final de construção no bairro José Américo.

O Anayde Bairiz é o primeiro empreendimento habitacional em construção dentro do programa “Minha Casa, Minha Vida” na Paraíba. Dotado de completa infraestrutura, que inclui escola com quadra poliesportiva, creche e praça, o residencial terá 584 moradias tipo duplex, medindo 41,44m² de área, com sala, cozinha, banheiro social e dois quartos.

“Este projeto possibilitará não só moradia, como também lazer, educação e boa infraestrutura”, destacou Agra. A obra, avaliada em mais de R$ 19 milhões, é fruto de um convênio entre a PMJP e a Caixa Econômica Federal (CEF). A previsão de entrega é o final de 2011.

Ao lado do residencial, há outra grande obra da PMJP: a Central de Abastecimento Farmacêutico, iniciada há dois meses. Licitada por mais de R$ 5,7 milhões, a obra está sendo erguida com recursos próprios e do PPA 2011. Consta de um sistema de climatização dividido por zonas térmicas, em que a temperatura, a umidade, a pureza e a renovação do ar serão adequadas a cada ambiente, e uma rede de câmeras frias para o armazenamento das vacinas.

Do Bairro das Indústrias, Luciano Agra partiu para as obras do PAC – Alto Jaguaribe (Vale das Palmeiras), onde estão sendo construídas 846 unidades habitacionais. O plano contempla, além da construção das casas, serviços de infraestrutura (esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação) e desassoreamento do Rio Jaguaribe – em cujo leito há até mesmo uma creche construída. No local também haverá uma Unidade de Saúde da Família (USF), uma escola e uma praça. Juntamente com o PAC – Baixo Jaguaribe, que levará moradia a outras 420 famílias e também terá a mesma estrutura e o mesmo cuidado com o rio, a obra custará cerca de R$ 76 milhões.

Educação e saúde – Outro ponto vistoriado pelo prefeito foi a escola-padrão do bairro José Américo, que já estará funcionando no início do próximo ano letivo. No local, que terá quadra poliesportiva, estacionamento e urbanização, serão atendidos 1,2 mil alunos. “A construção de unidades educacionais confortáveis e adequadas às necessidades atuais é um motivo de grande alegria para nossa equipe”, enfatizou Luciano. A obra, construída com recursos próprios, é avaliada em mais de R$ 2,7 milhões.

Por fim, a visita do prefeito chegou à USF do José Américo, a primeira na Capital a ter revestimento de pastilhas. “A partir da experiência adquirida com as unidades anteriores, chegamos às novidades e melhorias que agora vemos nesta”, salientou o prefeito. Segundo ele, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não permite o revestimento em consultórios e enfermarias, mas nas áreas de circulação de pessoas, como também nas paredes externas, o uso é aprovado. “A obra encarece um pouco, o que pode parecer um contrassenso. Mas esse aumento é compensado com a facilidade e o barateamento da manutenção”, justificou. A construção da USF do José Américo, prevista para ser entregue no final de fevereiro de 2011, tem custo de R$ 877 mil.