Luciano Cartaxo autoriza licitação das obras do Terminal de Integração do Valentina

Por Flávio Asevêdo - em 528

Os moradores do Valentina Figueiredo e de bairros da Zona Sul que utilizam o transporte público coletivo de passageiros vão ganhar em breve um novo Terminal de Integração do Valentina. Na final da tarde desta sexta-feira (14), o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, autorizou o início do processo licitatório para escolher a empresa que irá construir o terminal. O projeto, desenvolvido pela Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), está orçado em R$ 3 milhões e foi construído através do diálogo com a população.

“Essa é uma conquista do diálogo, da participação popular. A obra do terminal contempla a área da mobilidade urbana beneficiando a região da Zona Sul com mais um equipamento para integrar as linhas do transporte público em um bairro tão importante da nossa Capital. Ao mesmo tempo contempla os moradores com um espaço de convivência, onde as pessoas poderão brincar, praticar atividades físicas, além de que vamos preservar o campo de futebol e não só isso, vamos melhorá-lo, oferecendo ainda mais qualidade aos amantes do futebol”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O Terminal de Integração do Valentina ficará localizado na esquina da Rua Mariângela Lucena Peixoto com a Rua Avelino dos Santos, ao lado do campo de futebol. Ele terá 3.895 m² e vai contar com uma guarita de segurança, banheiros e uma área para administração e oferta de serviços, como recarga do cartão de passe. Além disso, terá plataforma unificada coberta, com área de 700 m². No entanto, a obra inclui não apenas a construção do equipamento de mobilidade urbana, mas também a revitalização de todo o espaço coletivo onde está inserido, garantindo qualidade na prática esportiva e no lazer dos moradores.

Contando hoje com um calçadão e um campo de futebol que será mantido, a área vai ganhar Academia da Terceira Idade (ATI) e pista de caminhada. As barracas também serão revitalizadas e o campo de futebol vai ganhar gramado e infraestrutura, incluindo nova iluminação, vestiários, banheiros e uma sede administrativa, de acordo com solicitação dos moradores. No total, o complexo terá 12.895 m².

De acordo com o superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, a obra vai ajudar na conexão de linhas de transporte coletivo. “Atualmente as linhas, mesmo aquelas de menor demanda, precisam ir até o centro da cidade. Com a obra, essas linhas vão poder ser interligadas às de maior demanda, como circulares, sendo finalizadas no terminal. Elas, portanto, terão viagens mais curtas e vão circular no bairro com frequência maior, tornando o transporte mais eficiente”, explicou.