Luciano Cartaxo entrega requalificação da UTI Neonatal do Instituto Cândida Vargas e oferece serviço mais humanizado para recuperação de recém-nascidos

Por Flávio Asevêdo - em 262

Referência para toda a Paraíba e atendendo a mais de 50% de gestantes de outras cidades, o Instituto Cândida Vargas (ICV), ganhou, nesta sexta-feira (16), do prefeito Luciano Cartaxo, a requalificação da sua Unidade de  Terapia Intensiva Neonatal e da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal. Para marcar os 74 anos da maternidade, comemorados nesta sexta, o ICV moderniza suas instalações e se aprimora na humanização dos atendimentos para reduzir a mortalidade materna, infantil e diminuir o tempo de internação dos bebês.

“Buscamos sempre ampliar nossa capacidade de atendimento e humanizar os serviços oferecidos na Saúde da Capital e este é um momento muito especial porque comemoramos os 74 anos da maternidade, trazendo melhorias que vão impactar nos atendimentos e na saúde dos bebês que nascem aqui. Fico muito satisfeito de ver que podemos cuidar bem das nossas crianças desde o nascimento e principalmente daquelas que nascem com alguma patologia, complicação ou má formação, fazendo todo o possível para garantir a recuperação e o desenvolvimento saudável delas”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Com um investimento de R$ 150 mil em recursos próprios da Prefeitura, a reforma vai proporcionar uma melhor assistência aos recém-nascidos que necessitam de terapia intensiva e atender às exigências da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH). A unidade de Neonatologia conta com 30 leitos, sendo 18 de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN) e 12 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Ao todo, 100 profissionais compõem a equipe de assistência da unidade para atender aos recém-nascidos.

De acordo com a médica Juliana Soares, coordenadora da Unidade Neonatal, o Instituto Cândida Vargas é uma das principais maternidades do Estado, trabalhando efetivamente para reduzir os números de mortalidade materna e infantil. “Para isso, nós estamos melhorando a estrutura física, toda a ambiência, treinando os recursos humanos para um atendimento cada vez mais humanizado. Além disso, nos próximos dias tamb ém estaremos modernizando todos os equipamentos, o que contribuirá ainda mais para a recuperação mais rápida dos bebês e para que eles se recuperem sem sequelas”, afirmou.