Luciano é o 1º entrevistado da Capital para Censo 2010

Por - em 71

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, foi o primeiro entrevistado na Capital do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o Censo Demográfico de 2010. A entrevista simbólica aconteceu na manhã desta segunda-feira (02), no Centro Administrativo Municipal (CAM), e contou com a presença de Aniberto de Melo, chefe do IBGE na Paraíba, e Lamartine Candeia, supervisor de Informação do órgão.

A entrevista, que foi uma simulação, já que a verdadeira ocorrerá no domicílio do prefeito, faz parte de uma ação do IBGE para estreitar a parceria do Censo com as autoridades entrevistadas. Na ocasião, Luciano Agra reiterou o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e informou que essa parceria começou ainda no início das ações para a realização deste recenseamento. “A partir de agora, conclamaremos a população a participar das entrevistas e contribuiremos com a definição dos espaços urbanos por meio de mapeamento georreferenciado, tecnologia que a prefeitura coloca à disposição do IBGE”, disse ele.

Aniberto de Melo adiantou que os primeiros resultados do Censo 2010 serão publicados no dia 27 de novembro, menos de 90 dias depois de iniciada a coleta de dados. A agilidade, segundo ele, se deve à tecnologia. “Cada um dos 3.787 recenseadores espalhados pela Paraíba terão consigo um computador de pequenas dimensões, chamado PDA, que processará os dados sem a demora e os riscos do formulário de papel”, explicou. Ele também acrescentou que o resultado final do Censo será divulgado em seis meses – processo que antes consumia dois anos.

O supervisor de Informação do IBGE, Lamartine Candeia, disse ainda que vai ser possível passar as informações para o órgão por meio da internet. Para tanto, ele precisa antes receber um e-ticket do recenseador.

Censo 2010 – Ao longo das próximas semanas, e até 31 de outubro, cada domicílio brasileiro receberá a visita de um recenseador do IBGE. É a partir das informações coletadas por eles que o Brasil poderá se planejar para os próximos 10 anos: elas ajudarão a definir políticas públicas em níveis nacional, estadual e municipal, além de auxiliar a iniciativa privada a tomar decisões sobre investimentos.

Cada um dos recenseadores poderá ser identificado pelo seu uniforme – colete e boné, com logotipo do Censo –, pelo equipamento eletrônico de coleta de dados (PDA) e por um crachá visível no bolso do colete, com nome, número de matrícula e foto.

O Censo 2010 será um retrato de corpo inteiro do país com o perfil da população e as características de seus domicílios. Ele se constituirá no grande retrato em extensão e profundidade da população brasileira e das suas características sócio-econômicas.