Luiz Lima mostra sua fusão de estilos musicais no Casarão 34

Por - em 25

O projeto ‘Instrumental no Casarão 34’, que acontece semanalmente na Unidade Cultural Casarão 34, apresenta nesta quinta-feira (20), o Instrumentista potiguar Luiz Lima, conhecido como ‘Lóla’, que atualmente reside na cidade de Florença, na Itália. O evento começa às 19h e é promovido pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Nascido em Natal, Capital do Rio Grande do Norte, Luiz Lima começou a tocar violão como autodidata aos oito anos. Quatro anos mais tarde ele estava tocando em bandas em sua cidade e arredores, onde ficou conhecido com o apelido de ‘Lóla’.

Como participante de um programa de intercâmbio cultural, o músico viajou para os Estados Unidos no início dos anos 70, onde concluiu seus estudos de segundo grau. Em seguida, ele foi estudar música na Universidade do Maine, em Augusta, conceituada pelo seu currículo musical pioneiro. Os dois anos em que morou nos Estados Unidos proporcionaram a Lóla um íntimo contato com o folk, hard, psychodelic, progressive, jazz e rock.

Quando retornou ao Brasil, foi o contato com a música de Milton Nascimento e Egberto Gismonti que conduziu Lóla de volta às raízes brasileiras. Começou, então, a sua busca através do estudo, da composição e da improvisação por uma forma que incorporasse aqueles elementos americanos com os ritmos e estilos típicos da cultura musical do Brasil.

Discos gravados – O primeiro disco de Lóla, ‘Revolta dos Peixes’, foi gravado em São Paulo em 1981. Três anos mais tarde, duas de suas canções foram incluídas no LP ‘1984 Rock’, da gravadora Ariola. Em 1986, ele gravou ‘Solar, fusion e rock progressivo’, realizado com um grupo formado na faculdade de música da Universidade do Rio de Janeiro, onde ele estudou.

Depois de dois anos estudando harmonia e improvisação jazzistica com Sérgio Benevenuto no Rio de Janeiro, Luiz mais uma vez deixa o Brasil, com destino à Itália, onde se apresenta em night clubs brasileiros, em Roma. Em 1993 produziu o CD ‘Olho mágico’ em colaboração com o pianista romano Oric Zaccar. Em 1996 gravou ‘Brasil brasileiro’, com material original e standards da música brasileira.

Instrumental no Casarão 34 – É um projeto que acontece semanalmente, desde maio, com apresentações de uma hora de duração. São disponibilizados um total de 100 ingressos, que devem ser trocados antecipadamente por um quilo de alimento não perecível na sede do Casarão 34.

Mais informações no Casarão 34, localizado na Rua Visconde de Pelotas, 34, Praça Dom Adauto, Centro, ou pelo telefone 3218-9708.