Mais de 2 mil pessoas utilizam academias nas praças da Capital

Por - em 20

Mais de duas mil pessoas são beneficiadas com as ‘Academias ao Ar Livre’ e o programa ‘Vida Saudável’ na Capital. Os projetos são desenvolvidos pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da SecretariaS de Juventude, Esportes e Recreação (Sejer) e de Saúde (SMS).

As academias ao ar livre foram instaladas em sete praças da cidade, oferecendo a prática de exercícios físicos aos moradores do Rangel, Manaíra, Mangabeira, Funcionários I, Alto do Mateus, Bancários e 13 de Maio, e comunidades próximas. A proposta da Prefeitura é levar as academias para mais 23 pontos da Capital.

As academias instaladas nas praças fazem parte do cotidiano de centenas de pessoas na cidade, como a técnica de enfermagem Maria Fernandes da Silva , 64 anos. Segundo ela, é a primeira vez que faz exercícios físicos na vida, porque só agora teve essa oportunidade com a construção da praça da Amizade, em frente de sua casa, no Rangel, e colocação dos equipamentos de ginástica.

“Para mim, a construção desta praça foi um grande benefício. Faço diariamente ginástica, exercícios e caminhada. Depois que comecei a me exercitar não sinto mais nenhuma dor que sentia antes nas pernas. Além disso, fiz novas amizades aqui e com isso estou com a autoestima mais elevada”, comemora Maria Fernandes.

Para a dona de casa Gessi Benvinda Alves de Sousa, de 56 anos, o espaço para fazer atividades físicas ao ar livre chegou em um momento mais que oportuno. Ela teve no ano passado um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e o médico indicou meses atrás que começasse a fazer caminhada e exercícios leves. “Antes tinha que ir caminhar perto do ginásio Ronaldão, agora posso fazer meus exercícios aqui, perto de casa, sem pagar nada. Estou achando ótimo, gostando muito dos equipamentos disponíveis”, ressaltou.

Além dos dez equipamentos para a prática de atividades físicas, como simuladores de caminhadas e para abdominais, e contar com quadras de areia e poliesportivas, os moradores dessas comunidades recebem também orientação de professores de Educação Física, através do projeto ‘Vida Saudável’, da Secretaria de Saúde, que tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida da população, através da implantação de uma cultura de prevenção em saúde, reduzindo doenças causadas pelo sedentarismo.

“Todos os dias fazemos atividades físicas diferentes, como caminhada, ginástica localizada, corridas leves, sendo todos os exercícios de baixo impacto. Tem pessoas que nunca sonharam em fazer atividades físicas, uma mudança muito grande na vida delas. Alguns estão curados de depressão, deixando de tomar remédios e muitos conseguiram perder peso, tudo isso fazendo atividades prazerosas. É um espaço também para promover a sociabilidade e interação social”, revela a professora de Educação Física do ‘Vida Saudável’, Karinne Gonçalves, que desenvolve as atividades na praça da Amizade, no Rangel.

As aulas acontecem todos os dias, das 5h até às 8h30, e na parte da tarde, das 16h30 às 19h. Cerca de 200 alunos participam das atividades na praça do Rangel, sem contar com os moradores que utilizam a praça mas não fizeram o cadastro no ‘Vida Saudável’. Já no Funcionários II, na praça Bela, o projeto atende 530 pessoas, com realização de caminhadas e ginástica localizada, além de utilização dos equipamentos disponibilizados no local.

A coordenadora do ‘Vida Saudável’, Daniele Porto, destaca que a proposta da PMJP é ampliar o projeto para mais 17 praças na cidade. “Além do programa estimular o bem estar físico, trabalhamos também o bem estar mental e social. Procuramos, através dos exercícios realizados com a comunidade, reduzir os riscos provocados por doenças crônicas e estimular hábitos de vida saudável”, afirmou.