Mais de 27 mil contribuintes fazem parcelamento de dívidas

Por - em 18

Os contribuintes com pendências tributárias com a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) têm até a próxima quarta-feira (30) para procurar um dos cinco postos fiscais disponibilizados pela Secretaria da Receita. Nesses locais o contribuinte quita seus débitos com descontos de até 100% das multas e dos juros de mora, através do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI/JP). De acordo com o último levantamento feito pela Secretaria da Receita mais de 27 mil pessoas já foram atendidas nos postos da Prefeitura.

Para aderir ao PPI/JP, que beneficia quem tem débitos com vencimentos até 31 de dezembro de 2008 e foi alcançado com a aprovação do Projeto de Lei número 11.786 de 23 de outubro, o contribuinte deve procurar os postos de atendimento que funcionam de segunda a sexta-feira em horário comercial, das 8h às 17h, na Casa da Cidadania (nos Shoppings Tambiá e Manaíra), Subprefeitura (localizada no final da avenida Epitácio Pessoa), Paço Municipal (Centro) e no Centro Administrativo Municipal (CAM), no bairro de Água Fria.

Parcela única ou em 12 vezes – Com o PPI/JP, o contribuinte vai poder quitar o tributo de duas formas: em parcela única, sendo pago o valor principal mais a atualização; ou parcelado em até 48 meses, com descontos nos juros de mora e nas multas. No parcelamento em 12 prestações mensais, a redução é de 80%. Se o contribuinte optar por 24 parcelas, o desconto será de 70%; em 36 vezes redução é de 60% e em 48 prestações, o desconto diminui para 50%. O prazo para o benefício termina próxima quarta-feira, dia 30.

O Programa também prevê o perdão dos débitos para aquele contribuinte que tenha dívida igual ou inferior a três mil reais e que esteja vencida há cinco anos ou mais. Outro benefício que o PPI/JP oferece é que até o dia 30 de dezembro de 2009 qualquer pessoa que comprar um imóvel, seja este novo ou usado, terá um desconto de 25% sob o valor do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóvel (ITBI).

As reduções dos débitos referentes ao PPI/JP não se aplicam às infrações de trânsito, contra o meio ambiente, proteção e defesa do consumidor, sanitária, além das indenizações devidas ao Município, às multas de natureza contratual, ao Super Simples e à Outorga Onerosa.