Mais de 4 mil jovens concluem cursos do Juventude Cidadã

Por - em 15

A tarde desta sexta-feira (19) foi marcada pela concretização de um sonho para muitos jovens que precisam de uma oportunidade para ingressar no mercado de trabalho. Eles receberam os Certificados de Conclusão dos cursos incluídos no “Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã”. O prefeito Ricardo Coutinho participou da festa, que aconteceu no Esporte Clube Cabo Branco e contou com apresentações de humor dos alunos. Ele parabenizou os concluintes ressaltando a importância do envolvimento da Prefeitura de João Pessoa, que teve uma das menores taxas de evasão registradas pelo programa.

Ricardo Coutinho afirmou que a mobilização do Município foi fundamental para o sucesso do trabalho do Projovem Trabalhador, que formou nesta etapa 4.020 alunos envolvidos em 16 cursos, avaliados de acordo com as afinidades de cada um. Os jovens terão ainda acompanhamento de dois meses e cerca de 30% deles devem ser inseridos no mercado de trabalho espontaneamente. Em janeiro, serão oferecidas 300 vagas de capacitação dentro do Empreender-JP, com o intuito de torná-los pequenos empreendedores. “A nossa meta é expandir para 500 o número de jovens empreendedores apoiados pelo Empreender, até março de 2010”, informou.

Um dos exemplos da tarde foi a estudante Giselda Ferreira, de 20 anos, que frequentou as aulas do curso de Animação durante seis meses. Na cerimônia de entrega dos certificados, ela apresentou um dos números e levou diversão aos presentes. Agora, após a conclusão, a estudante pretende alçar voos mais altos. “Tenho certeza de que estarei empregada em breve. Este curso me ajudou bastante. Os professores foram muito bons”, comemorou. O estudante Edson Carlos, de 20 anos, também está otimista. “Vou arranjar um emprego, sem dúvida. Estou muito feliz e agradeço pela oportunidade”, disse.

Para o superintendente Regional do Ministério do Trabalho na Paraíba, Inácio Machado, João Pessoa se destaca hoje pelo número de empregos gerados e este, sem dúvida, é mais um fator que deve incidir de maneira positiva para o município. “Esta é a oportunidade do primeiro emprego para muitos jovens. O ingresso deles no mercado de trabalho é fundamental para a construção de uma economia mais sólida”, enfatizou.

A metodologia utilizada pela cidade de João Pessoa foi o diferencial para obtenção de bons resultados. A coordenadora pedagógica, Ana Célia Lisboa, destacou a importância da Capital ter tido um dos menores índices de evasão. “A proposta para 2010 já foi encaminhada ao Ministério do Trabalho e Emprego. No projeto ampliamos o número de jovens atendidos para seis mil. Aguardamos resultado favorável”, comentou.

O objetivo do Projovem Trabalhador é preparar o jovem para o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda. Podem participar do programa os jovens desempregados com idades entre 18 e 29 anos, que sejam membros de famílias com renda per capta de até meio salário mínimo. Durante a festa houve também desfile de moda organizado pelos alunos do curso de Vestuário do Senai (Serviço Nacional da Indústria) com modelos produzidos durante as aulas.