‘Mais Educação’ prorroga inscrição para monitores em 59 escolas

Por - em 32

O Programa Mais Educação, uma iniciativa do Governo Federal em parceira com a Prefeitura de João Pessoa (PMJP), prorrogou as inscrições para as pessoas interessadas em atuarem como monitores das oficinas do programa. As inscrições poderão ser feitas até a quarta-feira (5), nas 59 escolas municipais que fazem parte do projeto. O programa tem como objetivo promover o sistema de Educação Integral, atingindo inicialmente cerca de 6.000 alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino.

Os interessados deverão estar cursando ou já serem formados em cursos correspondentes às áreas de atuação abrangidas pelo ‘Mais Educação’, e possuírem conhecimento compatível com as suas atribuições. Deverão ter disponibilidade semanal para formação continuada oferecida pelo programa e conhecimentos em informática e sistemas informatizados.

A seleção dos monitores é de responsabilidade dos 118 professores comunitários que atuam no programa. Os candidatos deverão se apresentar nas escolas de interesse e encaminhar currículos e os projetos das oficinas que gostariam de ministrar. Os projetos precisam seguir o modelo disponibilizado pelo ‘Mais Educação’ e fica sob inteira responsabilidade dos interessados planejarem tanto o projeto quanto as formas de execução das oficinas.

Cada escola participante do ‘Mais Educação’ deve selecionar, no mínimo, quatro e, no máximo, 16 monitores, dependendo da quantidade de oficinas que serão ofertadas para os alunos. Cada monitor receberá uma bolsa de R$ 48,00 por cada turma onde ministrará a oficina.

Programa – O Programa Mais Educação tem como prioridade contribuir para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens, articulando, a partir do projeto escolar, diferentes ações, projetos e programas nos Estados em que atua. Em João Pessoa, o ‘Mais Educação’ acontece em 59 escolas, envolvendo cerca de 6 mil alunos que participam de atividades no horário oposto ao de sala de aula. As oficinas acontecem das 7h às 11h e das 13h às 17h.

O programa se realiza em seis macro-campos com oficinas pedagógicas nas áreas de artes e cultura, preservação do meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos e cidadania e saúde e alimentação. Os projetos encaminhados pelos interessados deverão se integrar a um desses temas.

As atividades são realizadas nas escolas como também em espaços alternativos como praças, igrejas, associações de bairro, ONGs e outras instituições parceiras. Para saber quais as escolas que oferecem o programa, os interessados devem ligar para o telefone 3214.3208 ou clicar aqui.


Conheça o perfil e atribuições do oficineiro.

Veja os pré-requisitos para fazer sua inscrição.