Mandacaru define saúde, emprego e infra-estrutura como prioridades

Por - em 47

Saúde, geração de emprego e renda e infra-estrutura. Estas foram as prioridades apontadas pela população da 11º região durante a realização da quarta reunião regional do Orçamento Democrático na noite desta segunda-feira (03), na Escola Municipal Senador Ruy Carneiro, em Mandacaru. Um público estimado em 400 pessoas participou do evento.

O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) e seu secretariado estiveram presentes à atividade e prestou contas das ações que a Prefeitura de João Pessoa vêm realizando na área. A coordenadora do Orçamento, Sandra Marrocos, fez um balanço dos quatro anos de implantação deste instrumento da democracia participativa na Capital e citou algumas das obras que estão sendo concretizadas na 11º região. “O Governo Municipal está promovendo uma revolução nesta região com a realização de muitas ações, a maioria delas é reivindicações antigas das pessoas que moram aqui há anos e que só agora têm seus direitos atendidos e respeitados”, salientou.

Construção e reformas de casas, de Unidade de Saúde da Família (USF), de um Centro de Referência na Educação Infantil (Crei), de uma escola municipal e ainda a implantação de telecentros, saneamento básico e pavimentação de ruas foram algumas das obras apresentadas durante a reunião regional.

“Desde o primeiro ano de gestão, este Governo tem buscado estabelecer um diálogo respeitoso com a população e nesta região podemos perceber que há uma nova história sendo construída, pois Mandacaru era um bairro esquecido há mais de 100 anos e quem caminha aqui e nos bairros adjacentes pode perceber as mudanças fundamentais que a Prefeitura, em parceria com a população, vem realizando”, disse o prefeito Ricardo Coutinho. Com a colaboração do secretário de Infra-estrutura, João Azevedo, o prefeito respondeu às intervenções das pessoas durante a plenária, expondo os investimentos que têm sido feito na localidade nas áreas de habitação, infra-estrutura, saúde, educação e urbanização.

As prioridades elencadas na ficha de demandas, distribuídas no começo da atividade, serão agora inseridas no orçamento público de 2009. Para o morador de Mandacaru, Ginaldo Alves, que mora no bairro há 34 anos, é reconfortante morar no local. “As pessoas antes tinham medo de ir no Porto de João Tota, no Vem-vem, mas hoje isto é diferente, pois sentimos orgulho de ir nestes locais e ver tudo urbanizado, saneado e as pessoas passando a morar com dignidade”, disse.