Manhã diferente: alunos aprendem técnica da cestaria na oficina de artes da Emlur

Por - em 32

Os alunos da Escola Municipal Augusto dos Anjos tiveram uma aula diferente nesta terça-feira (25). Eles deixaram a sala de aula e foram aprender lições de preservação do meio ambiente na sede da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). Durante a visita, os cerca de 20 garotos conheceram de perto o processo de reaproveitamento de materiais na Oficina de Artes e ainda receberam informações sobre educação ambiental. Eles colocaram a “mão na massa” e aprenderam a fazer objetos de decoração.

A técnica repassada para os pequeninos foi a da cestaria. Utilizando jornais, tesoura e cola, os garotos fizeram canudinhos que, posteriormente, foram entrançados e aos poucos viraram objetos de decoração. Usando a criatividade e agilidade manual, os estudantes, enquanto trabalhavam, já falavam das peças que iriam fazer para decorar a casa e para presentear amigos.

A diretora da Escola, Diana Gouveia Vilar, disse que dentro da instituição são realizados vários trabalhos voltados para o meio ambiente. Ela destacou ainda a importância da escola ter recebido o projeto “Xadrez Ecológico”, que está sendo desenvolvido pela Emlur e percorre as instituições de ensino municipais capacitando alunos para que façam o seu próprio jogo de xadrez. Tudo é produzido através de material reciclável, como jornal e papelão.

“A Emlur tem um importante papel no nosso trabalho. Através da Autarquia, aprendemos como fazer a separação do lixo seco do molhado, a confeccionar objetos decorativos para vários ambientes e agora a fazer o xadrez ecológico”, disse, acrescentando que os dez alunos que participaram da oficina já confeccionaram o seu próprio xadrez e estão passando para a comunidade escolar tudo que aprenderam.

A visita desta terça-feira, conforme contou a diretora, serviu para que alunos e professores passassem por um processo de reciclagem e aprendessem um pouco mais sobre a arte de transformar materiais que as pessoas comumente jogam no lixo em objetos de decoração. “Só assim poderemos salvar o meio ambiente, cada um dando sua contribuição. A Escola Augusto dos Anjos tem essa preocupação de preservar o meio ambiente”, ressaltou.

Os alunos da Escola Augusto dos Anjos já passaram por outras oficinas de reaproveitamento de materiais promovidas pela Emlur, onde aprenderam a fazer arte do lixo. O resultado do trabalho que os garotos vem desenvolvendo a partir das técnicas que aprenderam será exposto no mês de novembro, em um estande na Fundação Espaço Cultural. Durante o evento, serão exibidos trabalhos de artes, peças do xadrez ecológico, objetos feitos de jornal, entre outros.