Maracatu Pé de Elefante leva ‘baque virado’ ao Beco da Cachaçaria

Por - em 233

O primeiro e único maracatu nação da Paraíba vai animar o Beco da Cachaçaria Philipéia neste sábado (12). O grupo Pé de Elefante, com suas cores azul e branca, se apresenta à tarde, logo após o ‘Sabadinho Bom’, dentro do projeto ‘Corredor Cultural’. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

No Maracatu Pé de Elefante, o batuque grave das alfaias e o som metálico dos gonguês se unem às rajadas provocadas pelas teias de miçangas que formam os agbês. A todos esses instrumentos acrescentam-se os tarôs. Está formada aí uma bateria cadenciada, com 25 batuqueiros. No repertório, estão estilos como maracatu, afoxé e outros ritmos afro-brasileiros.

O grupo, que faz o maracatu de baque virado, ou de raiz afro, foi fundado em maio de 2008, idealizado por Marcilio Alcântara e Fernando Trajano, do Centro da Juventude do bairro de Mangabeira. Os integrantes têm feito um trabalho social e cultural na cidade de João Pessoa. Desde sua fundação, o Pé de Elefante tem no Maracatu Estrela Brilhante, do Recife (PE), a figura do padrinho. Inclusive, foi das mãos desse grupo pernambucano que recebeu as bênçãos e, consequentemente, o título de “nação”.

Ao ver seu esforço surtindo resultado, com a criação do primeiro maracatu nação da Paraíba, Fernando Trajano partilha outro sonho. “Pretendemos formar outros grupos para que eles também consigam chegar aonde a gente chegou.”, afirma.