Maratona, palestras e painéis movimentam segundo dia do HackFest

Por Adriana Crisanto - em 125

Palestras, painéis, mobilizações, oficinas e uma maratona movimentaram este segundo dia do HackFest 2018. O evento, também organizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), acontece até o próximo domingo (19), na Estação das Artes, prédio anexo à Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no bairro do Altiplano. Esta quarta edição do HackFest + Virada Legislativa tem como tema ‘Por uma sociedade Politicamente Participativa’.

De acordo com os organizadores, 642 pessoas se inscreveram para participar do evento, destas 42 inscrições foram realizadas para a “Maratona por mudanças” do IV Hackfest, que tem o objetivo de debater o enfrentamento à corrupção e despertar uma consciência política e participativa. A maratona conta com especialistas, estudantes, técnicos e professores de tecnologia da informação, contabilidade, administração, informática, educação, engenharia, designer, comunicação, direito e áreas correlatas.

Uma das palestras de destaque na manhã desta sexta-feira (17) foi a do professor Dr. José Francisco de Almeida Pacheco, que falou sobre o compromisso ético com a educação e do professor Dr. Carlos Sebastião Andriani, que comentou sobre um modelo de educação para enfrentar a raiz da corrupção. “Temos uma máquina em nossas mãos comandando o nosso cérebro, chamada celular e precisamos saber usar da maneira mais adequada”, comentou o professor Andriani, que também falou sobre a importância do acolhimento e da amorosidade na primeira infância.

Maratona – Para a maratona foram selecionados 250 participantes, que foram divididos em 26 equipes, agrupadas em duas trilhas (das leis e das tecnologias). Participam da maratona estudantes, professores, coordenadores e pessoas ligadas ao mundo da tecnologia e da informação.

A “trilha de tecnologia” contará com o apoio de coaches em tecnologia da informação, finanças, direito e gestão pública, para criar aplicativos. Por sua vez, na “trilha de leis”, estão presentes tutores especialistas para apoiarem o desenvolvimento de propostas de projetos de lei de iniciativa popular e estruturar campanhas de mobilização.

A equipe Ciência Compartilhada do Unipê está desenvolvendo neste Hackfest um sistema para internet online que possa ser compartilhado por todos, explicando aos usuários como é o trâmite de um ofício, um processo ou um projeto de lei dentro de uma instituição pública. “Depois de colocar no sistema, vamos disponibilizar online para que para a população possa entender como é caminho e onde eles podem encontrar o que estão procurando de forma gratuita e mais rápida possível, e que esse conteúdo futuramente possa se transformar em um joguinho de fácil acesso para todos”, comentou Matheus José Leite Ferreira Mendes, estudante do segundo período de Ciência da Computação do Unipê.

Matheus José está trabalhando e pretende desenvolver até a meia noite desta sexta-feira o sistema com os colegas Nathalie Kato (4º período), Thiago Dantas (4º período), Emanuel Mesquita (3º período) e Maria Alice Martins (3º período) do curso de ciência da computação do Unipê.

Carlos do Nascimento Júnior (Cox) do Sistema de Tecnologia da UFPB junto com Jovennan Ramalho, do Departamento de Tecnologia da Procuradoria da Paraíba; Gilvan Medeiros (analista de sistema da Semob) e Wanderson Andrade, técnico do Ministério Público Federal, estão desenvolvendo neste Hackfest um sistema Integrado de Gestão de Ofícios Externos para atender ao público de forma mais simples e sistemática. O grupo está concorrendo na categoria “Sou fiscal”.

Todos os projetos, programas e sistemas que forem desenvolvidos nesta maratona serão apresentados no domingo (19), último dia do evento. Os 10 grupos serão definidos como finalistas, sendo três da produção de leis e sete de desenvolvimento de softwares. Os vencedores serão premiados com medalhas de ouro, prata e bronze. O local foi todo preparado para atender de forma confortável e agradável os participantes com espaços para lazer, descanso e alimentação.

Programação – Toda a programação do evento poderá ser conferida no site hackfest.com.br. O HackFest é organizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Ministério Público da Paraíba (MPPB), Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Laboratório Analytics e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O evento tem o patrocínio do Banco do Brasil, do Governo Federal e da Energisa.