Márcio Greyck e Tuaregs são atrações da quarta noite da Festa das Neves

Por - em 80

A banda paraibana Tuaregs e o cantor e compositor mineiro Márcio Greyck são as atrações musicais da quarta noite da Festa das Neves 2011, nesta terça-feira (2). Os shows acontecem no palco principal do Ponto Cem Réis, a partir das 21h. A festividade é uma promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

Já as atrações do Encontro de Cultura Popular ‘Brincantes Brasileiros na Paraíba’ se apresentam a partir das 18h. A noite reserva as seguintes apresentações: ‘Babau de Mestre Clovis’, de Guarabira; ‘Nau Catarineta Feminina’, de Cabedelo, a dupla de emboladores de coco ‘Lindalva e Lavandeira’, de Santa Rita e Natuba; o ‘Coco de Roda Novo Quilombo de Gurugi’, da cidade do Conde e o ‘Jongo do Pinheiral’, da cidade de Pinheiral (RJ).

Tuaregs – Prestes a completar 41 anos de carreira, a banda ‘Tuaregs’ sobe ao palco a partir das 21h, apresentando um repertório diversificado, baseado no pop rock brasileiro e internacional. Para este show o público pode esperar composições consagradas como um ‘medley’ dedicado a Roberto Carlos com as músicas ‘Ciúme de você’, ‘Se você pensa’ e ‘Quando’. O grupo também vai relembrar canções de Renato e seus Blue Caps, com as composições ‘Não te esquecerei’, ‘Menina Linda’ e ‘Feche os Olhos’, além de um passeio pelo rock brasileiro do Capital Inicial, RPM e Engenheiros do Hawai.

A banda Tuaregs é formada pelos músicos Roberto Dias (guitarra e voz), Janaina Dias (vocal), Júnior Dias (vocal), Celinho (teclados), Pilha (guitarra), Elma (contrabaixo), Gil (percussão), Wando (bateria), Carlos (trombone) e Jayson (trompete). “Tocar na Festa das Neves é uma realização para qualquer músico, pois é ter o seu trabalho reconhecido na sua cidade. É uma satisfação diferente, além de que, aqui nós temos uma resposta muito calorosa do público em todos os shows que realizamos”, afirmou Roberto Dias.

No tempo, no ar e no coração’ – O artista mineiro Márcio Greyck se apresenta a partir das 22h, com o show intitulado ‘No tempo, no ar e no coração’. Ele promete relembrar grandes clássicos da música romântica de sua autoria, a exemplo de ‘Tentativa’, ‘No tempo, no ar e no coração’, escrita em parceria com Paulo Sérgio Valle, ‘Vivendo por viver’ e ‘Eu preciso de você’, ambas em parceria com Cobel. O repertório do show passeia ainda pelas composições imortalizadas por renomados artistas, como ‘Eu te darei o Céu’, ‘Como é grande o meu amor por você’ e ‘A volta’, todas de autoria de Roberto Carlos e Erasmo.

Atualmente, Greyck prepara um novo show e o lançamento de um CD com canções inéditas, juntamente com um livro de memórias intitulado ‘O menino que eu fui’. “Além da expectativa pela oportunidade de participar dessa festa, quero ressaltar a minha alegria de depois de tanto tempo poder voltar a me apresentar aqui. Estou viajando o nordeste inteiro, mas faltava fazer esse show também para o público pessoense, pelo qual guardo um carinho muito especial”, frisou o compositor.

Brincantes Brasileiros – O encontro contará com a participação de grupos de cultura popular tradicional de várias localidades de todo o Brasil. O evento acontece dentro da programação da Festa das Neves, com o propósito de promover as manifestações culturais populares, sendo a oportunidade para o público ter contato com expressões que marcam a diversidade cultural de todo o país.

A primeira atração da noite é o ‘Babau do Mestre Clóvis’, da cidade de Guarabira (PB). O bonequeiro, conhecido em todo o Brasil pela criatividade e talento para criar personagens, anda sempre acompanhado de algumas das suas criações, como Branca de neve, Geremias e Benedito. “Há muito tempo os meus bonecos me seguem nestas minhas andanças em visitas às cidades brasileiras”. Além das apresentações, o Mestre Clóvis também trabalha com oficinas, passando os seus conhecimentos as novas gerações. Atualmente, o artista trabalha com cerca de 60 bonecos, que ilustram as suas performances.

Dando continuidade ao encontro, se apresenta a Nau Catarineta Feminina, da cidade de Cabedelo (PB). A Nau Catarineta tradicional é uma expressão popular que retrata a prisão e libertação dos tripulantes pelo comandante da Fortaleza do Dio, cujos vencedores foram os portugueses, numa luta contra os espanhóis. Neste contexto, o folguedo é composto por homens e tem apenas uma personagem feminina, a saloia. O surgimento da Nau catarineta feminina surgiu de uma brincadeira do grupo de mães cristãs e a primeira apresentação do grupo aconteceu no dia 25 de novembro de 1992, na Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo.

A terceira atração popular da noite é a dupla de emboladores de coco, Lindalva e Lavandeira, bastante conhecida em todo o país pelos improvisos e provocações em tom jocoso feitas durante as suas apresentações. Outra grande atração dos ‘Brincantes brasileiros na Paraíba’ é o Coco de Roda Novo Quilombo de Gurugi, que é dançado há mais de dois séculos pelos moradores das comunidades de Ipiranga, Gurugí, Barra de Gramame, Paratibe e Mituaçu. O toque dos instrumentos é um componente importante, uma vez que contagia o público, além do colorido especial das roupas, que contam com saias bem rodadas e estampas floridas.

Encerrando à noite em grande estilo, sobe ao tablado o grupo Jongo do Pinheiral, do Rio de Janeiro. A dança é desenvolvida na comunidade negra de Pinheiral, onde a tradição passa de geração em geração, preservada por moradores e familiares desta cidade, conhecida como a terra dos jongueiros. O Jongo de Pinheiral chama atenção por sua originalidade, tradição e por seus belíssimos pontos que são acompanhados por dois tambores, que são o tambor grande e o candongueiro. Em dezembro de 2005, o jongo foi tombado como patrimônio histórico cultural imaterial do Brasil.