Maria Creuza e Netinho Lins no Seis e Meia, nesta quarta

Por - em 48

A intérprete Maria Creuza e o cantor e compositor paraibano Netinho Lins são as atrações do Projeto Seis e Meia nesta quarta-feira (3), na Praça de Eventos do Mag Shopping, no Bairro de Manaíra. Os ingressos custam R$ 8,00 (estudante) e R$ 16,00 (inteira). Maria Creuza é das mais conhecidas intérpretes brasileiras e bastante associada à Bossa Nova. A artista retorna à Capital com um repertório, em sua maioria, dedicado ao compositor Baden Powell, registrado no CD ‘Maria Creuza interpreta Baden Powell’, lançado em 2007, ano em que Baden comemoraria 70 anos de idade.

O clima do show será conduzido pela ambiência do universo de belas canções de Baden Powell como ‘Berimbau’, ‘Samba da benção’, ‘Pra que chorar’, ‘Lapinha’, ‘Deixa’ e ‘Samba triste’. Algumas dessas canções, embora bastante revisitadas, ganham muito com a interpretação intimista de Maria Creuza.

A carreira – Baiana, Maria Creuza participou de vários festivais de Música Brasileira na década de 60. Chegou à final do Festival da TV Record em São Paulo defendendo a música ‘Festa no Terreiro de Alaketu’, da dupla Antonio Carlos e Jocafi. Dois anos depois, participou do Festival Universitário de Música Popular na hoje extinta TV Tupi, conseguindo o terceiro lugar com a música ‘Mirante’, de autoria de César Costa Filho e Aldir Blanc. A interpretação logo chamou atenção da imprensa e do poeta Vinícius de Moraes, que a convidou para uma temporada fora do Brasil. Em 1970, o registro das apresentações de Maria Creuza, Vinícius de Moraes e Toquinho é transformado no disco ‘Vinícius de Moraes, Maria Creuza y Toquinho, En La Fusa – Buenos Aires’.

Uma das mais emblemáticas interpretações de Maria Creuza é ‘Eu sei que vou te amar’, com a participação especial de Vinícius de Moraes e Toquinho. Esse encontro tão festejado só demonstra o quanto ela era uma das intérpretes preferidas do poeta. A artista continua levando o seu canto para vários países do mundo e registrando sua percepção musical em discos que privilegiam as belas canções de amor.

Atração local – A noite desta quarta-feira será aberta pelo cantor e compositor paraibano Netinho Lins, que surge como uma revelação do pop romântico na Paraíba. O artista concilia as aulas do curso de Direito com os shows para divulgar seu primeiro CD ‘Hortelã’, lançado pela ‘Polydisc’, gravadora com a qual assinou contrato de um ano. Influenciado por artistas como Djavan, Pedro Mariano, Fagner e Roupa Nova, Netinho Lins explora as possibilidades que a música propicia a partir de um viés romântico.

O Projeto Seis e Meia é promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) em parceria com a Accorde Produções e recebe o apoio cultural do Ambassador Flat e dos restaurantes Dona Branca, Vila Cariri e Cia. do Chopp.