Material de construção apresenta variação de preços de até 164,7%

Por - em 48

Quem estiver pensando em construir ou reformar o imóvel irá encontrar preços de material de construção variando em até 164,7%. É o que mostrou uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (14) pelo Procon de João Pessoa. De acordo com o levantamento de preços, o item com maior variação foi o metro quadrado da pedra caucária, que custa entre R$ 17,00 (Depósito Shalon – Torre) e R$ 45,00 (Comag – Geisel e o Baratão – Mangabeira), uma diferença de R$ 28,00.

Outro item que apresentou elevada oscilação de preço foi o milheiro de tijolo maciço, que pode ser encontrado com valores entre R$ 290,00 (Mag Ferragens e Construções – Geisel) e R$ 600,00 (Depósito Marques – Funcionários I), uma variação de 106,9%. Assim, o consumidor que comprar o produto no estabelecimento com menor preço vai adquirir dois milheiros de tijolos ao valor de um.

O consumidor deve ficar atento às condições de pagamento do material, como desconto para pagamento à vista e, no caso da possibilidade de parcelamento, se existe cobrança de juros e qual o percentual cobrado. O Procon-JP orienta para que sempre seja solicitada a nota fiscal de compra.

A pesquisa envolveu 60 itens, dentre eles cimento, telhas, tijolos e caixas d’água. Foram visitadas dezenove lojas de material de construção da cidade, separados por área geográfica, sendo quatro na Zona Oeste, cinco na Zona Norte, sete na Zona Sul e três na Zona Leste.

Os dados serão disponibilizados na página da Prefeitura (www.joaopessoa.pb.gov.br), em Procon, no link Pesquisas de Preço. A pesquisa poderá ser consultada também na sede do órgão, situada na Av. Pedro I, 331, Centro.