Médicos aceitam proposta da Prefeitura e voltam ao trabalho nesta quarta

Por - em 31

Em assembléia realizada na tarde desta terça-feira (21), ocorrida no auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM), os médicos que atuam nas Unidades de Saúde da Família (USF) de João Pessoa deliberaram pelo fim da greve e retorno às atividades a partir desta quarta (22). A proposta de salário apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e aceita pela categoria foi de R$ 4 mil para os funcionários efetivos e R$ 4.125 para os prestadores de serviço. O aumento maior na remuneração do prestador se deve ao fato de que sobre o salário dessa categoria incide um maior percentual de descontos.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos, José Demir Rodrigues, o fim da greve resulta do diálogo estabelecido com a gestão municipal. “Acreditamos na sensibilidade e no espírito democrático do prefeito Ricardo Coutinho e reconhecemos os avanços da gestão nesses dois anos, que não são apenas salariais”, declarou o presidente do sindicato.

Durante a sexta e o sábado passados, a secretária municipal de Saúde, Roseana Meira, e os representantes do Sindicato dos Médicos e da Associação dos Médicos do Saúde da Família, estiveram reunidos para a definição de uma proposta que fosse de consenso entre ambas as partes, a fim de pôr fim à greve e retomar as atividades dos médicos nas USF.

A partir das negociações, ficou estabelecida implantação de um Plano de Cargos, Carreira e Vencimento (PCCV) em 2008, como também a retomada das negociações no mês de fevereiro. A secretária de Saúde Roseana Meira considerou o fim da greve um passo importante no sentido do reconhecimento do trabalho feito pela gestão municipal, com a estruturação da rede da Atenção Básica. “Nós apresentamos a proposta e os representantes se mostraram sensibilizados com as melhorias que estamos fazendo. Mantemos o diálogo e chegamos a um consenso”, finalizou a secretária.