Milhares de crianças e adultos se divertem no Dia de Brincar

Por - em 18

A alegria de mais de 30 mil pessoas, entre crianças e familiares, tomou conta das avenidas Getúlio Vargas e Duarte da Silveira (Beira Rio), na tarde deste domingo (12), durante a terceira edição do ‘Dia de Brincar’. Um imenso parque de diversões com acesso gratuito a todos os brinquedos, além de shows, apresentações circenses, atividades educativas, sorteios de brindes e distribuição de lanches formaram o cenário da festa montada pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) para comemorar o Dia das Crianças.

O evento oficializou também a parceria entre a Prefeitura e a Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) na campanha “Exploração Sexual e Tráfico de Crianças e Adolescentes são crimes”. O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) falou que a Prefeitura está entrando na campanha para enfrentar esses dois problemas, que considera crimes abomináveis e que não podem continuar existindo na sociedade. “Esperamos encontrar aqui, no próximo ano, mais gente, mais crianças e que possamos dizer que contribuímos para diminuir esse problema em nossa cidade. Uma realidade cada vez mais progressista é o que buscamos para João Pessoa”, disse.

O procurador do Trabalho e coordenador da campanha contra exploração e tráfico, Eduardo Varandas, destacou a importância do ingresso da Prefeitura nesta luta contra a exploração sexual e o tráfico de crianças e adolescentes. “Essa parceria é fundamental. Enquanto houver uma criança na rua trabalhando ou sendo explorada sexualmente, nós não vamos descansar”, afirmou.

Já a secretária de Desenvolvimento Social, Francisca das Chagas Fernandes Vieira, destacou algumas iniciativas de combate a esses crimes, como o Plano Municipal de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e o fortalecimento do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), entre outras. “Sozinho não se avança. É importantíssimo o apoio de todas as instituições, da sociedade e das famílias na construção de um futuro melhor para as crianças e adolescentes da nossa Capital”.

Crianças e pais aprovaram – O ‘Dia de Brincar’ foi coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e contou com o apoio das demais secretarias e órgãos municipais. Uma multidão de crianças se divertiram nas camas-elásticas, pula-pulas, tobogãs e piscinas de bolas. Na fila do pula-pula, os irmãos Joedson França, 6 anos, e Izabela Kaliny, 12, e o primo Jonahtan Joaquim, 8, todos moradores do Cristo, aguardavam ansiosos a vez de brincar. “Essa é a terceira vez que participamos”, disse Izabella.

Já o casal Josicleide e Josedil Oliveira Porto, moradores de Cruz das Armas, disseram que era a primeira vez que traziam a filha Tamires, 5 anos, à festa. “Achávamos que como era tudo de graça, encontraríamos desorganização e tumulto. Mas o que vimos foi o contrário. A partir de agora, vamos vir todos os anos”, garantiu.

Enquanto esperava para pegar picolés para seus filhos, Ana Lúcia dos Santos, moradora da Ilha do Bispo, falou que essa era a segunda vez que trazia João Vitor, 4 anos, e Geovânia, 6, para o Dia de Brincar, promovido pela Prefeitura. “Acho uma oportunidade muito boa para as crianças e para a gente que é humilde e pode trazer nossos filhos para brincar no dia deles. Até o transporte é de graça”, destacou.

Tendas de atividades – Tendas com atividades diversas, como capoeira, maquiagem, esportes, percussão, contos infantis, brincadeiras populares, confecção de brinquedos, xadrez, leitura, educação para o trânsito, jogos pedagógicos, arte e reciclagem dividiram a atenção da meninada. O Centro Municipal de Referência para Inclusão de Pessoas com Deficiência (CMRIPD) também montou sua tenda para que seus usuários participassem de toda a festa, com conforto e segurança.

Nancy Maria Gonçalves Pereira fez questão de levar o filho Bruno, 10 anos, que é surdo para participar pelo terceiro ano do Dia de Brincar. “Saio sempre com ele, porque vejo como é importante ele se relacionar com outras crianças. A festa é ótima e faz muito bem a ele”, disse.

No palco principal, a alegria foi comandada pelo Grupo Agitada Gang. Se apresentaram no local os grupos de percussão Latocando, Toque do Timbó, Toque do 13 de Julho e de Cruz das Armas. O Coral do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e os grupos de dança de rua da Casa Pequeno Davi e de hip hop dos alunos do Centro de Formação Margarida Pereira da Silva completaram a programação. No circo montado no Ginásio do Lyceu Paraibano, os educadores e alunos do Circo-Escola da Sedes realizaram um show à parte. Trinta e três brindes, como bicicletas, velocípedes e vídeo-games, foram sorteados com a criançada.

Tranqüilidade – O Dia de Brincar contou com o apoio do Instituto Alpargatas, Confederação das Unimeds Norte-Nordeste, Energisa e Armazém Paraíba. Uma equipe com cerca de 600 funcionários da PMJP trabalharam durante toda a preparação da festa e no dia do evento para que tudo saísse conforme o planejado. Nenhuma ocorrência foi registrada pela Guarda Municipal ou pela Polícia Militar.

Uma parceria entre a Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) e as empresas de transportes públicos disponibilizou 46 ônibus especiais em vários bairros da Capital, para o transporte gratuito das famílias até o local da festa. Coube à STTrans também o controle do trânsito, orientando motoristas e pedestres desde a interdição do tráfego para a preparação do evento, até a sua liberação ao término da festa.