Ministério agradece Samu-JP por ajuda a vítimas de enchentes em SC

Por - em 64

Reconhecendo os esforços dos profissionais que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de João Pessoa, que está com uma equipe em Santa Catarina, o coordenador geral de Urgência e Emergência do Departamento de Atenção Especializada da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (DAE/SAS/MS), Cloer Vescia Alves, enviou e-mail à coordenação geral do órgão, na Capital. No documento, ele parabeniza a ação humanitária desenvolvida para minorar o sofrimento dos que foram atingidos pelas enchentes que assolam aquele Estado.

“Desejo parabenizar o Samu-JP pela iniciativa de caráter solidário, cuja origem somente pode guardar relação com algo precioso, como o amor ao semelhante”, avaliou Cloer Vescia. Em seguida, o coordenador afirma que o Serviço pessoense, em Santa Catarina, “demonstra uma liderança reforçada pelo trabalho que vem sendo desempenhado em favor da coletividade”.

Diante desse entendimento, o coordenador expressou seu desejo de inserir a equipe pessoense no quadro de profissionais da Força Tarefa, cujo cadastro será aberto em janeiro de 2009. “Após o término da missão, queremos receber o nome dos profissionais e respectivos quadros, a fim de que possamos agradecê-los nominalmente”, afirmou.

Ele ainda ressaltou que o apoio do Samu-JP irá transpor a ajuda profissional. “A presença trará, além de conforto às pessoas que serão auxiliadas, mais esperança de que não somente o nível das águas venha a baixar depressa, mas, principalmente, que haja diminuição do frio por carência de calor humano”, ponderou.

A equipe – Uma equipe composta por médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192), embarcou nas primeiras horas da última quinta-feira (27), para o estado de Santa Catarina. Os profissionais estão compondo a ajuda humanitária às vítimas das enchentes provocadas pelas fortes chuvas dos últimos dias e que afeta, aproximadamente, doze cidades daquela região.