Mobilização contra a dengue é realizada em 5 bairros de JP

Por - em 48

Cerca de 400 profissionais da rede municipal de saúde participam neste sábado (26) de uma mobilização de combate à dengue em cinco distritos sanitários de João Pessoa, das 8 às 12h. A ação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) pretende abranger 2 mil domicílios nos bairros de Jaguaribe, Bessa, Varadouro, Bancários e Geisel, além de desenvolver atividades educativas com a população local.

Os profissionais de saúde irão se concentrar em pontos estratégicos como o Centro de Comércio e Serviços do Varadouro, a Praça da Paz nos Bancários, em frente ao supermercado Todo Dia, na Avenida Valdemor Galdino Nazareno, no bairro do Geisel, na praça Wanda Braga de Lucena, situada na Rua Fernando Luiz Henrique dos Santos, no Bessa, e na praça Castro Pinto, na avenida João Machado, em Jaguaribe.

A partir desses pontos, os Agentes de Saúde Ambiental (ASA) vão realizar visitas casa a casa e os demais profissionais distribuirão panfletos e anotarão as denúncias sobre possíveis pontos de focos de dengue por parte dos usuários. “É importante que cada morador tenha conhecimento das ações educativas e das visitas nos municípios para atuarem junto aos profissionais da saúde, multiplicando estas informações com familiares e vizinhos”, destacou Talita Tavares, diretora da Vigilância Epidemiológica da SMS.

A iniciativa, que ocorre em paralelo ao lançamento da campanha estadual de combate à dengue, contará com as presenças do prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, do governador Ricardo Coutinho e da secretária adjunta de Saúde do município, Adriene Jacinto, durante as atividades no Centro de Comércio e Serviços do Varadouro. “O município de João Pessoa busca potencializar ações por ter o entendimento que a comunidade bem informada é o maior ganho na prevenção dos focos do mosquito transmissor da dengue”, complementou Talita.

Ações contra a dengue – A mobilização faz parte do plano de contingência contra a dengue na Capital, elaborado desde outubro de 2010, que abrange ações educativas, preventivas e de combate. Apenas no mês de fevereiro deste ano, cerca de 1.900 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e agentes comunitários, estão participando de capacitações para melhorar o atendimento à população e agilizar a detecção de novos casos.

Além das capacitações, Talita Tavares destacou que estão sendo feitos arrastões e práticas educativas nas comunidades. “Cada distrito, de acordo com sua articulação, entra em contato com líderes comunitários, usando escolas e espaços da comunidade para estimular ações preventivas, buscando a prevenção à dengue”, informou.