Prefeitura monta esquema especial para garantir higienização e disciplina horário de funcionamento dos mercados públicos

Por Andrezza Carla - em 244

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), dando continuidade às ações de combate ao Covid-19, iniciou nesta terça-feira (24) o processo de higienização nos mercados públicos da Capital e disciplinamento do horário de funcionamento. A ação foi determinada pelo prefeito Luciano Cartaxo e conta com uma força-tarefa, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), responsável pela administração desses espaços, Defesa Civil, Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (CVAZ), Vigilância Sanitária e Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).

O Mercado de Jaguaribe foi o primeiro a receber a higienização. “A meta é higienizar todos os mercados e espaços onde funcionam feiras livres na cidade. Estamos seguindo as orientações dos órgãos de Vigilância Sanitária e Epidemiologia e garantindo que esses espaços estejam salubres para o público”, destacou Noé Estrela, coordenador da Defesa Civil.

“Vale ressaltar que a recomendação ainda é para que as pessoas permaneçam em suas casas e saiam apenas para o necessário. Os mercados públicos abastecem as famílias de João Pessoa e é essencial que estejam higienizados, principalmente num período de prevenção ao novo coronavírus. Nossas equipes estão nesses locais, evitando aglomeração de pessoas e auxiliando o trabalho de higienização”, destacou Zennedy Bezerra, secretário de Desenvolvimento Urbano.

Funcionamento– A Sedurb também está disciplinando o funcionamento dos mercados. A Feira de Jaguaribe, que tradicionalmente acontece às quartas-feiras, vai acontecer a cada 15 dias. No Mercado de Mangabeira, o funcionamento acontece até as 13h30 e o Mercado da Torre até 16h.  Lembrando que só estará funcionando o setor de frutas e verduras, demais pavimentos tiveram os serviços suspensos.

“Além de limitar o funcionamento, também estamos disciplinando os horários onde costuma ter uma maior movimentação. Tudo isso para conscientizar a população que, nesse momento, o ideal é evitar aglomeração de pessoas como forma de prevenção”, reiterou Zennedy Bezerra.