Montagem de passarela da Pedro II está em fase final

Por - em 26

A montagem da passarela que corta da Avenida Pedro II, na altura da sede do Ibama, está na sua etapa final. Esta semana os serviços estão concentrados na instalação das rampas laterais, que darão suporte a montagem da parte superior, que fará a ligação entre os dois sentidos da via. A estimativa é que a obra seja concluída ainda este mês.

A parte aérea da passarela, de 32 metros, esta sendo montada no solo, inclusive a concretagem do piso e as proteções laterais. A estrutura será erguida com o auxilio de dois guinchos e instalada no alto da via. “Para a execução desse serviço os técnicos terão que posicionar os caminhões guinchos nos dois sentidos da Avenida. Para evitar acidentes e garantir maior segurança, no dia em que esta ação será feita iremos interditar a via”, explicou o secretário de Infraestrutura (Seinfra), João Azevêdo.

O dia da interdição ainda não foi definido, porém nesta data a via será interditada nos dois sentidos, durante a execução do serviço. Sendo assim, os motoristas com destino ao Centro da Cidade ou a Zona Sul terão que transitar pela Beira Rio, Cristo Redentor ou Epitácio Pessoa.

Ajustes – Após a colocação da parte aérea serão feitos os últimos ajustes, como a execução da concretagem da parte superior da passarela, bem como a pintura de toda a peça. A Seinfra continua trabalhando em parceria com a Superintendência de Transportes e Trânsito (Sttrans).

Os agentes têm dado suporte na organização e segurança do tráfego na via.
A passarela metálica com coberta possui proteções laterais e rampas. A sua instalação vai facilitar e dar maior segurança aos pedestres no momento da travessia. Após as obras empreendidas pela Prefeitura no local, a via passou a contar com cerca de 20 metros de largura, sendo três faixas em cada sentido e o fluxo de veículos no local aumentou em torno de 50%.
 
A obra faz parte do projeto do Governo Municipal para a melhoria do trânsito nos principais corredores da Capital. Mais de R$ 500 mil foram investidos, o que resultará em 150 metros de passarela e maior segurança para os moradores da área no momento da travessia da via, principalmente da Comunidade São Rafael