Monumento “Cavaleiro Alado” é instalada nesta segunda-feira

Por - em 87

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), instala nesta segunda-feira (22), às 17 h, a obra de arte Cavaleiro Alado. De autoria do artista plástico, desenhista, pintor e escultor Wilson Figueiredo, a obra está instalada na giratória em frente ao Centro de Tecnologia da UFPB.

Cavaleiro Alado foi selecionada e premiada no I Concurso Jackson Ribeiro, realizado em 2009, com o objetivo de incentivar a produção artística local, qualificando as vias e logradouros públicos e dar visibilidade ao campo das artes plásticas na cidade de João Pessoa.

Lu Maia, diretora do Casarão 34 e que integrou a Comissão Especial de Licitação e seleção das obras, disse que o concurso homenageou uns dos maiores escultores paraibanos da década de 60, Jackson Ribeiro, autor da polêmica escultura Porteiro do inferno, instalada atualmente nas proximidades da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), campus de João Pessoa. Com o concurso, a Prefeitura de João Pessoa objetivou também contribuir para o reconhecimento e crescimento do processo educacional e cultural favorecendo a exposição permanente de obras de arte na cidade, disse Lua Maia.

“Cavaleiro Alado” é uma das seis obras selecionadas e premiadas entre os 44 projetos inscritos por artistas de vários municípios da Paraíba, que serão instalados e inaugurados ao longo de 2010. As outras cinco obras selecionadas e premiadas que serão instaladas são: ‘As bênçãos à Nossa Senhora das Neves’, de Marco Aurélio Damaceno; ‘Saudação ao Sol’ de Erickson Brito; ‘Guardiã da Cidade’, de Evanice Santos; ‘Ícaro’, de Luiz Barroso, e ‘Sinergia’, de Sidney Azevedo.

Alegoria Estilizada – Através de uma alegoria estilizada, a obra de arte remete a um certo cavaleiro templário e, ao mesmo tempo, traz a figura folclórica de um capitão com sua burrinha num folguedo da dança de um “Cavalo Marinho”. “Todos esses elementos trazidos pela imaginação me habilitam, com as mãos fazendo tornar tudo muito compreensível e inegavelmente muito inspirador”, disse o autor de “Cavaleiro Alado”, Wilson Figueiredo, que usou na confecção da obra, de 4 metros de altura, a técnica chapa de ferro.

Quem é – Wilson Figueiredo da Silva, artista plástico, desenhista, pintor e escultor, nascido na cidade de Patos, sertão paraibano, mudou-se para João Pessoa no ano de 1973. Aqui se tornou profissional no Desenho Técnico (Edificações). Em 1976 foi admitido na SAELPA como Desenhista Projetista. Paralelamente, com uma tendência firme ao desenho artístico e pintura, desenvolveu vários trabalhos.

Aposentado em 1998, ingressou no curso de pintura do Centro de Artes Visuais, coordenado pela artista plástica Marlene Almeida. Daí, começou a procura de uma nova técnica mista onde o desenho em arame fixado a centímetros do eucatex oferece uma leitura tridimencional e realça as expressões dos personagens em ações de vida e trabalho, revelando e, ao mesmo tempo, resgatando imagens da cultura nordestina no seu cotidiano, com habilidade artística dentro de uma simplicidade técnica autodidata. Já participou de exposições coletivas e individuais em João Pessoa e em outras cidades da Paraíba e em Brasília/DF, na Câmara dos Deputados.