Moradores decidem criar comitê em defesa do Parque Parahyba

Por - em 27

As associações de moradores dos bairros do Bessa, Aeroclube, Jardim Oceania, Manaíra e Comunidade São Luis irão criar um comitê em defesa do Parque Parahyba, projeto da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para a área hoje ocupada pelo Aeroclube da Capital. A decisão foi anunciada na noite desta quinta-feira (10) ao prefeito Luciano Agra durante uma reunião no gabinete do Centro Administrativo do Município (CAM), em Água Fria. O comitê será responsável pela criação de um manifesto e abaixo-assinado em apoio ao projeto e reivindicando a realização da obra por parte do município.

“Essa é uma manifestação legítima das populações desses bairros, que chega até o nosso governo através de suas lideranças comunitárias e que nos traz a solidariedade em defesa da criação do Parque Parahyba, no bairro do Bessa”, ressaltou o prefeito Luciano Agra.

O comitê em defesa do Parque deverá ser oficializado na próxima semana, juntamente com a confirmação de entrega de um manifesto a ser enviado ao governador Ricardo Coutinho e à presidenta Dilma Roussef de apoio à desapropriação do Aeroclube e reivindicando que o projeto possa ser concretizado pela PMJP.

“Vamos buscar o apoio da população em prol da criação do Parque. Vamos criar o comitê e mobilizar as pessoas para que seja feita a vontade popular. A criação do Parque Parahyba vai possibilitar a abertura de novas vias, ciclovias, áreas verdes para a população e trazer mais cultura para a cidade, com a construção do Teatro Municipal”, disse o presidente da Associação de Moradores do Condomínio Val Paraíso (Bairro Aeroclube), Dema Macedo.

As associações de moradores também prometem colocar nas ruas um abaixo-assinado em apoio à iniciativa. “É importante ressaltar que as iniciativas de manifestação em solidariedade ao projeto da prefeitura estão partindo dos próprios moradores”, frisou Luciano Agra.

O grupo informou ao prefeito que também deverá recorrer à participação da Igreja Católica, que este ano tem o meio ambiente como tema da Campanha da Fraternidade. “Os fins sociais a que se destina o Parque são infinitamente maiores para a população. Não somos contra o Aeroclube, mas não o queremos mais no lugar onde está”, reforçou Aldo Moreira, representante da Comissão dos Condomínios do Entorno do Aeroclube.

Da reunião desta quinta também estiveram presentes os representantes da Associação do Bessa, Marcone Morais e José Costa Filho; da Associação Jardim Oceania IV, Gilmar José de Araújo; e o vice-presidente da Comunidade São Luis Bessa, Júlio Pedro Vieira de Sá. O prefeito também esteve acompanhado do secretário de Desenvolvimento Urbano do Município, Lucius Fabianni.