Moradores do Cristo Redentor e João Agripino ganham passarelas

Por - em 23

O prefeito Luciano Agra assinou na manhã desta sexta-feira (21), a ordem de serviço para a construção de duas passarelas metálicas em trechos da BR-230. As obras estão inseridas no Plano de Ações Integradas (PAI) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e tem custo superior a R$ 1 milhão em recursos próprios. O objetivo da intervenção é facilitar acessibilidade dos pedestres. Uma das passarelas será construída em frente ao Centro Administrativo Municipal (CAM), nas margens do bairro do Cristo Redentor e o bairro de Água Fria; o outro equipamento ficará nas proximidades do bairro do João Agripino, com acesso a Faculdade Asper.

Para Luciano Agra, a PMJP realiza mais este projeto com o intuito de oferecer segurança, acessibilidade, como também inserir no contexto arquitetônico da cidade, projetos modernos e que promovem a harmônia da paisagem e funcionalidade.

“Essa não é uma ação isolada. Esse foi um trabalho de parceria com a população e o governo. As duas passarelas serão construídas de acordo com o modelo já implantado na avenida Dom Pedro II e que devolveu a qualidade de vida e mais segurança aos moradores daquela região. Pensamos na qualidade estética, mas principalmente na viabilidade do projeto como um todo”, ressaltou o prefeito.

O secretário de Infraestrurura, João Azevedo, garantiu que em dez dias serão iniciadas as obras das passarelas e que até o fim do ano deverão estar servindo à população. Além disso, o equipamento que será instalado às margens do Bairro João Agripino, também tem a função de desafogar o trânsito naquela área.

“Aquele lugar é foco de muito congestionamento porque ali funciona uma faculdade. No local, existe hoje um semáforo para facilitar a passagem das pessoas de um lado para o outro da rodovia. Esse equipamento será retirado assim que a passarela for ativada. Isso vai desobstruir as pistas de rolamento e a passagem de um lado para o outro será totalmente livre para os pedestres”, acrescentou João Azevedo.