Mostra de Brinquedos abre Festival de Danças Folclóricas, nesta terça

Por - em 50

O Festival de Danças Folclóricas, uma promoção da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) sob a responsabilidade de sua Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), começa nesta terça-feira (16) com a I Mostra de Brinquedos e Rodas Cantadas, apresentando coreografias, músicas, brincadeiras e produções da cultura popular por 540 crianças, com idades entre três e cinco anos, alunas dos Centros de Referência em Educação Infantil (Creis). O evento terá a abertura às 16h, na Praça da Paz, localizada no Bairro dos Bancários. O Festival prossegue nas próximas quarta (17) e quinta-feira (18).

Desde o ano passado, os alunos dos Creis fazem parte do projeto Dança na Escola, coordenado pela Divisão de Educação Física, Esporte e Lazer (Defise), em ação conjunta com a Coordenação de Educação Infantil da Sedec. Depois do ano inteiro de aprendizado e experiência com o corpo, movimento e alegria das músicas e brinquedos, chegou a vez de apresentar o resultado.

Objetivos – “Este trabalho tem como objetivos a pesquisa, o resgate e a valorização das brincadeiras e rodas cantadas do cancioneiro popular infantil. Os alunos passaram o ano inteiro discutindo a temática, construindo brinquedos, aprendendo sobre as danças e um pouco da história que irão apresentar”, informa Mary Tacyana Alves Clemente, coordenadora da divisão de Educação Infantil.

A Mostra contará com a participação de 27 Creis, envolvendo 540 estudantes e 54 educadores, além de monitores e gestores. Na ocasião, haverá tendas armadas com a produção dos brinquedos populares feitos pelos próprios alunos, sob a orientação dos professores. “O trabalho partiu da idéia de pesquisar e escolher as rodas e brinquedos cantados e desenvolvê-los num processo coreográfico e dramatizado, onde a criança podem vivenciá-los vivenciam utilizando seu corpo como forma de expressão, explorando ritmo, trajetória, tempo e sentimento”, afirma a professora Joseneida Correia Behar, assessora da Mostra e coordenadora do Festival.

O projeto Dança na Escola vem sendo desenvolvido nas Creis na perspectiva de favorecer o potencial criativo da criança, de ampliar seu acervo motor, como também o de contribuir para a melhoria de sua auto-estima, desinibição e relações interpessoais. “Os procedimentos metodológicos utilizados buscam relacionar os conhecimentos teóricos referentes aos brinquedos e rodas cantadas selecionadas com a prática dos fundamentos da dança.”, acrescenta Behar.

Programação

Crei Júlia Ramos – Apresentação: Goiroflê, giroflá
Crei Mayara Lima da Silva – Apresentação: Pai Francisco
Crei Vera Lucia – Apresentação: Escravos de Jó
Crei Custodia Nóbrega – Apresentação: Onde está a Margarida
Crei Diotilia Guedes – Apresentação: A linda rosa juvenil
Crei Noêmia Trindade – Apresentação: Samba lê-lê
Crei El Shadday – Apresentação: O cravo e a rosa
Crei João Gambarra – Apresentação: Pirulito que bate, bate
Crei: Dom Marcelo – Apresentação: Alecrim dourado
Crei Maria de Lourdes – Apresentação: Bela pastora
Crei Citex – A Linda Rosa Juvenil
Crei Adalgisa Vieira – Apresentação: Rebola, rebola
Crei Frei Afonso – Apresentação: A canoa virou
Crei João Tota – Apresentação: O pião
Crei Vicente Chaves – Apresentação: Terezinha de Jesus
Crei. Calula Leite – Apresentação: Capelinha de melão
Crei Rosa Andrade – Apresentação: Pai Francisco
Crei: Estelina Nunes – Apresentação: Se eu fosse um peixinho
Crei: Rodrigo Moreno e Roberto Vieira – Apresentação: A barata diz que tem
Crei Margot Trindade – Apresentação: Meu pintinho amarelinho
Crei Maria José Burity – Apresentação: Eu perdi o dó da minha viola
Crei Floriano Augusto – Apresentação: No caminho da roça
Crei Dona Tana – Apresentação: Boi da cara preta
Crei Francisco Porto – Apresentação: Samba lê-lê
Crei Assis Tavares – Apresentação: Ciranda, cirandinha
Crei Maria de Nazaré – Apresentação: Olha a rosa amarela.