Mostra de cultura Afro-brasileira começa nesta terça, no Casarão

Por - em 51

Será aberta nesta terça-feira (20), a partir das 19h, no Casarão 34, a ‘I Mostra de Cultura Afro-brasileira’. O evento faz parte do calendário do mês da Consciência Negra, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) da Prefeitura de João Pessoa.

Até o dia 30 de novembro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, o público poderá conferir uma exposição de peças do vestuário afro, objetos religiosos, máscaras, artesanato e fotografia. ‘Todo o material exposto faz parte de acervo particular. São peças raras e belíssimas, que retratam com fidelidade a cultura africana”, explicou Cassandra Figueiredo, diretora de organização comunitária e participação popular da Sedes.

No primeiro andar do Casarão, as pessoas ainda poderão assistir vídeos documentários sobre a história do negro no Brasil, no período da manhão e à tarde. Serão exibidos “Filhos da mãe África”, com duração de 12 minutos e que retrata a cultura do povo negro em geral, e “Motumbá”, um vídeo documentário sobre o testemunho de um missionário que registrou a questão dos terreiros dentro de um quilombo. A entrada é gratuita.

Durante esse mês de novembro, diversas atividades estão sendo desenvolvidas nos onze Centros de Referência da Cidadania da Prefeitura de João Pessoa, como: palestras sobre discriminação racial e mostra de arte com objetos confeccionados por pessoas atendidas pelos programas sociais da PMJP, entre eles o Peti e Agente Jovem.

A data – O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil, sendo dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos. Até então, o movimento negro era lembrado em 13 de Maio, data da Abolição da Escravatura.