Mostra na Estação Ciência reúne 36 obras de artistas contemporâneos

Por - em 83

A 1ª Mostra de Arte Contemporânea Paraibana será aberta na inauguração da Estação Ciência Cultura e Artes, na próxima quinta-feira (3), às 17h. No primeiro andar da torre, 36 obras em pintura, cerâmica, fotografia, gravura e desenho de artistas paraibanos ficarão expostas até o mês de setembro, nos turnos da manhã e tarde.

Todas as obras estarão dispostas em painéis e módulos, confeccionados com rodízios para facilitar o deslocamento. De acordo com o curador da mostra, o crítico de artes Eudes Rocha, estarão expostos 25 painéis em MDF com 1,83 (altura) por 2,20 (largura) e 40 centímetros de profundidade, que comportarão quadros, gravuras e desenhos.

Já as esculturas em cerâmica ficarão expostas em 15 módulos, com 1,50 (altura) por 50 centímetros de largura. Em cada obra, o visitante encontrará uma ficha técnica, indicando o nome, ano e dimensões da obra, com o objetivo de situar a população.

Eudes Rocha foi convidado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) para ser o curador da mostra inaugural da Estação Ciência. Ele explicou que, devido ao grande número de artistas paraibanos de destaque, teve que seguir alguns critérios próprios para selecionar o que melhor representasse o momento, como a qualidade e o tamanho das mostras de arte.
“Nesta mostra, 36 artistas nos brindam com as suas obras que englobam as mais diversas vertentes e vão da pintura ao desenho,da gravura à fotografia e à cerâmica, isto sem falar no estilos que são os mais variados e vão desde a figuração à abstração, à arte conceitual e ao naïf. O leque de gerações de artistas também é bem variado e vai das décadas de 50 e 60”, disse o curador.

“Utilizei como critérios a qualidade da arte e obras que tivessem uma maior afinidade com o equipamento. O tamanho também foi determinante, pois não poderia passar de um metro quadrado”, destacou.

Eudes Rocha – Nascido na cidade de João Pessoa, Eudes se formou nos cursos de Direito (1979) e Arte e Educação, habilitação em Artes Plásticas (1989), ambos na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Têm mais de 200 artigos publicados na imprensa local sobre o assunto. É membro da Associação Brasileira de Críticos de Artes desde 1984. Foi o organizador e pesquisador do livro ‘Flávio Tavares, Obras Escolhidas’. Eudes é ainda membro do Conselho Técnico Científico do Núcleo de Arte Contemporânea (NAC) da UFPB e do Conselho da Oficina Escola da Paraíba.

A Estação
– O projeto da Estação Ciência, Cultura e Artes foi assinado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e está localizado na Zona Especial de Preservação – Parque do Cabo Branco. O equipamento concentra mais de 8.571 metros quadrados de área e custou R$ 33,5 milhões, uma parceria do Ministério da Ciência e da Tecnologia com a Prefeitura de João Pessoa.

Veja a lista de todos os artistas paraibanos que terão suas obras expostas na Mostra Contemporânea:

Pintura:

Alexandre Albuquerque
Alexandre Filho
Alice Vinagre
Analice Uchôa
Bruno Steinbach
Chico Dantas
Clóvis Junior
Dadá Venceslau
David Barbosa
Fred Svendsen
Heloísa Maia
Isa Galindo
Jonas Lourenço
Josenildo Suassuna
Luis Tananduba
Marcos Pinto
Mirabau
Raul Córdula
Sandoval Fagundes
Tadeu Lira
Tito Lobo

Fotografia:

Antônio David
Germana Bronzeado
Gustavo Moura

Cerâmica:

Madriano Basílio
Maria dos Mares
Nenê Cavalcanti
Raisse Herculano
Tê Cavalcanti

Gravura e desenho:

Dyógenes Chaves
Flávio Tavares
José Altino
Lúcia França
Maurílio Estrela
Unhandeijara Lisboa
Walter Wagner